Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições de 2014 » DEM e Solidariedade ainda não definiram palanque em Pernambuco

Tércio Amaral

Publicação: 21/02/2014 09:42 Atualização: 21/02/2014 16:30

Foto: Sidney Lins Jr/Arquivo
Foto: Sidney Lins Jr/Arquivo

Apesar da oficialização da candidatura do secretário da Fazenda, Paulo Câmara (PSB), ao governo de Pernambuco pela Frente Popular, o DEM e o Solidariedade ainda não definiram qual partido devem apoiar nas eleições estaduais deste ano. Antes da divulgação do nome do candidato socialista, os deputados federais Mendonça Filho (DEM), atualmente líder da bancada do seu partido, e Augusto Coutinho (Solidariedade) argumentavam que não poderiam tomar posição sem a definição do cenário das candidaturas no estado. Os dois afirmam que ainda não iniciaram as conversas sobre a definição do palanque das legendas no estado.

No atual cenário, os dois partidos tem à disposição as candidaturas de Paulo Câmara e do senador Armando Monteiro Neto, pelo PTB. No último caso, a dificuldade na composição é justificada pela presença do PT da presidente Dilma Rousseff no palanque do trabalhista. Mendonça Filho assumiu um posto nacional de oposição ao governo federal e teria trabalho para adequar seu discurso no estado. Sua presença no palanque e o convívio com lideranças do PT, como o senador Humberto Costa, líder petista no Senado, seria bastante delicada. Os dois, porém, apesar das diferenças, mantém uma relação cordial.

 

A dificuldade com o PSB também é por conta da oposição do DEM aos socialistas na Assembleia Legislativa e na Câmara de Vereadores do Recife. A vereadora Priscila Krause, do DEM, é uma das maiores críticas à gestão do prefeito da capital, Geraldo Julio. "O cenário continua o mesmo e ainda estamos analisando isso. Não definimos nada ainda", disse ao Diario, por telefone, o deputado Mendonça Filho. "Nós não tínhamos ainda nem as candidaturas postas. O quadro pode mudar e há muito tempo para esta definição. As convenções serão realizadas em junho", completou Augusto Coutinho.

O DEM e o Solidariedade já anunciaram que vão seguir "juntos" em Pernambuco. Os dois partidos caminham para apoiar à candidatura presidencial do senador Aécio Neves (PSDB), mas a direção nacional das duas legendas garantiu que nos estados os palanques não precisam, necessariamente, estar alinhados com o nacional.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »