Pernambuco.com



  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Câmara dos Deputados » Acordo do PT e PP evita que Bolsonaro assuma Comissão de Direitos Humanos O PT avalia indicar para a CDH o deputado federal Nilmário Miranda (PT-MG)

Correio Braziliense

Publicação: 18/02/2014 15:51 Atualização:

O Partido dos Trabalhadores (PT) deve voltar a presidir a Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara, segundo o presidente da Casa, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). “Direitos Humanos vai ficar com o PT. Ele reivindicou e nenhum outro partido demonstrou interesse”, disse Alves pouco antes da reunião de líderes. Interlocutores no partido comentam que o nome mais forte até o momento é o do deputado Nilmário Miranda (PT-MG). Além de ter sido um dos fundadores da CDHM, Nilmário também chefiou a Secretaria de Direitos Humanos (SDH-PR) durante parte do governo Lula.

Diversos parlamentares do PT demonstraram interesse em assumir a Comissão de Direitos Humanos, entre eles Erika Kokay (DF) e Padre Ton (RO). O novo presidente da Comissão deve ser anunciado oficialmente logo mais, às 18h, durante a reunião da bancada petista. O encontro também definirá a ordem das escolhas do partido, que tem direito a presidir três comissões.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Edvaldo Oliveira
Os dois partidos não querem que o Deputado Bolsonaro assuma a CDHM por causa da hética existente, pois como ele é conservador do respeito, da hética e da moral, ele se tornará uma pedra no sapato dos dois partidos que apoia e valoriza a prostituição, drogas, a depravação num todo. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »