• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Senado » Voto aberto é revolução, afirma Paulo Paim

Agência Senado

Publicação: 17/02/2014 16:35 Atualização:

O senador Paulo Paim (PT-RS) afirmou, nesta segunda-feira (17), que o voto aberto é uma verdadeira revolução no Congresso Nacional. Para ele, essa modalidade de votação reafirma a cumplicidade entre eleitos e eleitores e o compromisso do parlamentar de legislar pelo País e não em benefício próprio.

"Ou o Parlamentar é fiel ao que disse no palanque para seus eleitores ou ele tem que voltar para casa. O voto aberto revoluciona, dá transparência, acaba com as máscaras, emerge a questão da independência, da liberdade e da transparência. O voto aberto no Congresso é uma causa de todos nós senadores e deputados que temos como visão algo maior na linha da transparência e do tempo: melhorar a vida de todos, manter a independência e lapidar a nossa democracia", acrescentou.

O senador lembrou que na semana passada, a Câmara realizou uma sessão histórica com a cassação de um deputado, por meio de votação com voto aberto, pela primeira vez. Ele referiu-se à cassação do ex-deputado Natan Donadon, de Rondônia, que estava preso na Papuda e continuava no cargo, depois que, em votação secreta os deputados mantiveram seu mandato, decisão modificada depois que o Congresso acabou com a votação secreta.

Em seu pronunciamento, Paulo Paim voltou a defender a aprovação do projeto que reestrutura as dívidas dos estados e dos municípios com a União. Ele disse que somente com a redução dos juros da dívida, os governos estaduais e municipais vão poder investir nas áreas de educação, saúde, segurança e transporte.

O representante do Rio Grande do Sul ainda falou sobre o fortalecimento da vinicultura gaúcha e o resgate de tradições que, gradativamente, voltam a ser valorizadas, nas áreas onde a atividade está ligada às colônias italianas. Ele ainda observou que a produção comercial não exclui em muitas propriedades a agricultura familiar, propiciando, segundo ele, "um saber fazer local que resulte em vinhos coloniais ou artesanais da melhor qualidade".

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.