Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Encontro com presidente nacional do PT » Após flertar com PSDB, Garotinho praticamente fecha aliança com PT Presidente petista e o pré-candidato do PR ao governo do Rio deixam acertado o apoio à reeleição de Dilma no estado

João Valadares - Correio Braziliense

Publicação: 13/02/2014 07:11 Atualização:

Garotinho e Falcão durante encontro no Congresso: acordo eleitoral foto: Iano Andrade/CB/D.A Press (Iano Andrade/CB/D.A Press)
Garotinho e Falcão durante encontro no Congresso: acordo eleitoral foto: Iano Andrade/CB/D.A Press

Depois de ameaçar dividir o palanque com os presidenciáveis Aécio Neves (PSDB-MG) e Eduardo Campos (PSB-PE) no Rio de Janeiro, o pré-candidato ao governo fluminense Anthony Garotinho (PR-RJ) praticamente selou o apoio à presidente Dilma Roussef durante encontro na tarde de ontem com o presidente do PT, Rui Falcão. “Há uma grande tendência pela preferência da presidente Dilma. Até porque nós já estamos aliados no plano nacional. Ela está muito confortável nas pesquisas”, justificou o líder do PR.

Garotinho ressaltou que a decisão oficial da sigla só será anunciada em maio, durante as prévias da legenda. “Repeti que eu só desejo reciprocidade, diferentemente de outros que querem exclusividade. Hoje, você sabe que palanque não existe. Todos comparecem aos atos da presidente”, afirmou.

No Rio de Janeiro, o candidato petista é o senador Lindbergh Farias. O presidente do PT, Rui Falcão, avaliou que a conversa com Garotinho foi bastante positiva. “Nós trocamos impressões sobre o processo eleitoral. O deputado está liderando as pesquisas no Rio de Janeiro. Ter um deputado que lidera as pesquisas apoiando a presidente Dilma é algo positivo”, comunicou. No ano passado, os dois já haviam se encontrado para debater o processo eleitoral.

Na conversa de ontem, ocorrida no gabinete da liderança do PR, na Câmara dos Deputados, Falcão garantiu a Garotinho que a presidente Dilma não priorizará nenhum candidato. “Ele (Garotinho) reafirmou apoio total a Dilma, e eu disse que a presidente não vai favorecer nenhum dos candidatos que estão apoiando no Rio, embora ela seja do PT. O nosso diálogo tem sido muito positivo”, declarou.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »