• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Aniversário » Evento de 34 anos do PT reúne aliados

Ana Luiza Machado

Publicação: 11/02/2014 00:11 Atualização: 11/02/2014 01:15

O PT de Pernambuco realizou ontem à noite, no Sindicato dos Bancários, um ato em comemoração aos 34 anos do partido. Presentes, além de militantes, aliados políticos e ex-filiados que foram homenagear sigla e declarar o apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff. Entre os convidados, o senador Armando Monteiro (PTB) que busca o apoio dos petistas à sua candidatura ao governo estadual, e os deputados federais Silvio Costa (PSC) e Paulo Rubem Santiago (PDT).

O clima era bem diferente de 2013, quando a sigla não tinha muito o que comemorar, pois tinha perdido, após 12 anos, o comando do Recife para o socialista Geraldo Julio. E, ainda se encontrava rachado internamente por causa do processo de prévias que culminou no impedimento da reeleição do ex-prefeito João da Costa em prol da pré-candidatura de Maurício Rands, que, no final, se desfilou do partido para fazer parte exatamente da sigla que derrotou o PT, o PSB. Com o objetivo de que tudo isto fique no passado, todos os discursos tratavam sobre a importância da união e fortalecimento interno para manter as conquistas nacionais.

O senador Armando Monteiro circulou à vontade entre os petistas. Chamou de "extraordinária" a trajetória do PT, disse que foi o partido que melhor traduziu o movimentos e anseios sociais e lembrou que a aliança que o PTB tem com os petistas não é "circunstancial". "Minha relação com o pT não nasceu agora. Em 2002 nós ajudamos na aproximação do presidente Lula com o empresariado que ainda tinha resistências a ele. Ele mesmo dá este testemunho", comentou. Aos militantes que o escutavam anunciou apesar de não saber o resultado das conversas com o PT no plano regional, eles estarão juntos pela reeleição da presidente Dilma Rousseff.

À imprensa, o senador comentou que está otimista em relação as alianças que fará e garantiu que os partidos que estão sendo dados como aliados certos do PSB, na verdade não estão. O petebista fez este comentário quando foi questionado sobre o apoio do deputado federal Eduardo da Fonte (PP). Monteiro também alfinetou os socialistas quando disse: "há 3 vagas majoritárias para todos, mas parece que "o problema de lá é mais sério, já que tem mais gente que vagas."

O deputado federal Fernando Ferro (PT), considerou importante "manter os espaços de convivência e aproximação com os aliados". Ao ser questionado se defendia candidatura própria ou alianças, declarou que o PT não deve ter pressa. “Se o governador (Eduardo Campos) não tem pressa em escolher o candidato proque devemos ter. "Podemos esperar até as mágoas que sobraram desse processo de escolha deles e esperar também que errem muito para nos ajudar. Assim como erramos muito em 2012 e ajudamos eles", disse Ferro.

O senador Humberto Costa e o deputado João Paulo estavam participando de eventos do PT fora do estado e por isto não compareceram ao evento.
Tags: PT 34 anos

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.