Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Infarto » Morre o desembargador José Guedes Gondim, ex-presidente do TRT

Publicação: 10/02/2014 07:07 Atualização:

Familiares e amigos participaram do velório de Gondim foto: Paulo Paiva/DP/D.A PRESS	 (Paulo Paiva/DP/D.A PRESS)
Familiares e amigos participaram do velório de Gondim foto: Paulo Paiva/DP/D.A PRESS

Morreu na manhã de ontem o desembargador aposentado José Guedes Corrêa Gondim Filho, 90 anos. Ele estava em casa e sofreu um infarto. O corpo do desembargador foi sepultado no início da noite, no Cemitério Morada da Paz, em Paulista. Ele faria 91 anos em maio deste ano.

Gondim foi presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e procurador da Justiça do Trabalho. Ele se aposentou compulsoriamente aos 70 anos, com 50 anos de serviço público. Também foi professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), da Universidade Católica de Pernambuco e da Escola de Magistratura.

A jornalista Maria Tereza Gondim Rozowykwiat, filha do desembargador, ressaltou que o pai foi um lutador pela redemocratização do Brasil. “Meu pai estava ao lado de Demócrito de Sousa Filho quando ele foi assassinado, na sacada do Diario de Pernambuco, pela polícia do Estado Novo. Sempre defendeu a democracia”, relembrou emocionada.

Demócrito era estudante de Direito e foi morto a tiros enquanto Gilberto Freyre discursava contra a ditadura de Getulio Vargas, em março de 1945, no antigo prédio do Diario, na Praça da Independência, no Centro do Recife.

José Guedes Gondim era casado com Cristina Coutinho há 25 anos. Ele tinha duas filhas do primeiro casamento e, após a união com Cristina, passou a considerar os quatro filhos dela como seus também. Gondim tinha três netos e um bisneto.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »