• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Nudez » Vereador Jajá diz que sofre perseguição política

Filipe Barros - Diario de Pernambuco

Publicação: 07/02/2014 11:34 Atualização:

O vereador de Caruaru Jaílson Soares (sem partido), conhecido como Jajá, afirma que sofre perseguição política. Dessa forma, ele justificou o vazamento, nas redes sociais, nesta quinta-feira (6), de uma foto em que aparece diante de um espelho sem roupa, mostrando uma tatuagem no glúteo. A imagem gerou polêmica no município. Jajá foi um dos 10 vereadores presos pela Polícia Civil na Operação Ponto Final acusado de cobrar propina para aprovar projetos da prefeitura no Legislativo municipal. Ele está afastado das suas funções na Câmara.

Jajá está acusando diretamente o líder do governo na Câmara, Ricardo Liberato (PSD), e o secretário de Relações Institucionais, Marcos Casé, de lhe oferecerem um montante para votar no projeto do BRT e retirar a sua assinatura do pedido de instalação da CPI da CGU que investigaria supostos superfaturamentos nas contas da gestão do pedetista. O parlamentar disse que, desde o começo de seu mandato, vem recebendo propostas para não fazer denúncias contra a gestão do prefeito José Queiroz (PDT).

Jajá também responde a um processo na Comissão de Ética na Câmara por ter brigado com um colega durante uma sessão ordinária. A suspeita é de que Jajá, para tirar a foto em que aparece nu, tenha utilizado o iPhone 4S cedido pela Casa a todos os seus integrantes.

Devido aos envolvimento do vereador no esquema de corrupção, a direção estadual do PPS decidiu expulsar o
mesmo de seus quadros.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.