• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições de 2014 » Eduardo Campos e Marina acertam palanques na região Centro-Oeste

Tércio Amaral

Publicação: 05/02/2014 13:13 Atualização: 05/02/2014 15:32

As duas lideranças e aliados fecharam praticamente todos os palanques na região Centro-Oeste. Foto: Iano Andrade/CB/D.A Press/Arquivo
As duas lideranças e aliados fecharam praticamente todos os palanques na região Centro-Oeste. Foto: Iano Andrade/CB/D.A Press/Arquivo

A apresentação das diretrizes do programa de governo em Brasília, nesta terça-feira (4), também foi o momento do governador Eduardo Campos (PSB), virtual candidato à Presidência da República, e a ex-senadora Marina Silva (Rede Sustentabilidade) acertarem alguns palanques regionais. As duas lideranças e aliados fecharam praticamente todos os palanques na região Centro-Oeste. As informações são da coluna Brasília DF desta quarta-feira (5), publicada no jornal Correio Braziliense, e assinada pela jornalista Denise Rothenburg.

Segundo a publicação, assim que saiu do ato político do PSB/Rede, o governador Eduardo Campos já bateu martelo em quase todos os estados da região. "Em Tocantins, o nome para governador é o do procurador da República Mário Lúcio Avelar (PSB), aquele que prendeu Jader Barbalho (PMDB-PA). Em Goiás, Vanderlan (PSB). Em Mato Grosso, Pedro Taques (PDT), e em Mato Grosso do Sul, Murilo Zauite (PSB), prefeito de Dourados. Isso se não conseguir atrair o PMDB de Nelsinho Trad para uma composição".

Já a coluna Nas Entrelinhas, assinada pelo jornalista Luiz Carlos Azedo, também do Correio, revela que o único estado onde o palanque do PSB e da Rede não está definido é em São Paulo. "Ainda não foi dessa vez que a chapa Eduardo Campos–Marina Silva foi anunciada, mas a afinidade política entre os dois passou a ser maior depois do documento. O pomo da discórdia no bloco PSB-Rede-PPS, porém, continua sendo a questão eleitoral de São Paulo. A Rede defende uma candidatura própria, os dirigentes do PSB estão divididos e o PPS apoia a reeleição do governador Geraldo Alckmin (PSDB)".

 

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.