Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Discurso » Nova e velha oposição se unem na Assembleia Legislativa

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 05/02/2014 07:31 Atualização:

O agora líder oposicionista Sérgio Leite (PT) abriu mão de seu espaço para o antecessor, Daniel Coelho (PSDB), falar foto: Eduarda Bione/Esp.DP/D.A Press (Eduarda Bione/Esp.DP/D.A Press)
O agora líder oposicionista Sérgio Leite (PT) abriu mão de seu espaço para o antecessor, Daniel Coelho (PSDB), falar foto: Eduarda Bione/Esp.DP/D.A Press

No primeiro dia de atividade parlamentar em 2014 na Assembleia Legislativa de Pernambuco, o tempo na tribuna que deveria ser usado pela “nova” oposição foi cedido para a “velha”. O agora líder oposicionista Sérgio Leite (PT) abriu mão de seu espaço para o antecessor, Daniel Coelho (PSDB), falar. E não só. Deixar claro que, apesar de o posicionamento oficial se seu partido ser o de apoiar o governo do socialista Eduardo Campos, a postura que adotará na Casa será de independência. “Vou continuar defendendo os interesses da sociedade. Daqui para frente, nossa posição, como tem sido, será a de estar ao lado da população. Não defendemos aqui nem a oposição, nem o governo”, afirmou o tucano.

Daniel fez um discurso oposicionista e colocou em debate a questão da falta de água em diversos municípios dos estado. “Depois de percorrer vários municípios do interior e também na Região Metrpolitana, verifiquei que não há frequência no abastecimento e que isso está longe de ser sanado”, criticou o deputado.

Em contrapartida, o líder do governo na Casa, Waldemar Borges (PSB), e o vice-líder, Isaltino Nascimento (PSB), saíram em defesa da atual gestão. Segundo Isaltino, o estado tem o maior programa de abastecimento de água do país e os órgãos fiscalizadores (TCE e Arpe) realizam bem a função de auditoria. Waldemar agradeceu o novo apoio do PSDB ao governo “independentemente das discussões internas das legendas”. “Não nos cabe fazer posicionamentos sobre as decisões internas de cada partido”, completou.

Sobre os pontos colocados por Daniel, Waldemar disse que “o estado não está vivendo uma calamidade por causa da falta de água porque o governo investiu muito nos últimos anos”. Segundo o líder da oposição, “o povo está reconhecendo a gestão em nível municipal, estadual e vai reconhecer também em nível nacional”.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »