• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Família » Primeira-dama de Pernambuco dará à luz seu quinto filho

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 28/01/2014 10:04 Atualização: 28/01/2014 12:13

Renata e Eduardo Campos chegaram à maternidade às 11h. Foto: Tércio Amaral/DP/D.A Press (Tércio Amaral/DP/D.A Press)
Renata e Eduardo Campos chegaram à maternidade às 11h. Foto: Tércio Amaral/DP/D.A Press
A primeira-dama Renata Campos, 46 anos, chegou às 11h à maternidade do Hospital Santa Joana, no Derby, onde dará à luz seu quinto filho, que será chamado de Miguel. Ela está acompanhada pelo governador Eduardo Campos (PSB), 48 anos, que desmarcou todos os compromissos da agenda para ir ao hospital com a mulher.

Vinte minutos antes da chegada de Eduardo e Renata à maternindade, o segundo filho deles, João, cotado para ser candidato a deputado federal, chegou ao hospital para resolver os trâmites da internação. Ele estava com os avós maternos. Os outros filhos do governador chegaram com os pais.



O parto estava pré-marcado para o próximo dia 8, mas teve que ser antecipado. A primeira-dama começou a sentir contrações às 5h em sua casa de veraneio, em Candeias, em Jaboatão dos Guararapes e procurou seu obstetra Romero Carvalho, que deu início aos procedimentos para o parto. Segundo informações, Renata Campos gostaria que o parto fosse natural, mas os médicos ainda avaliam o quadro. A assessoria do hospital informou que ainda não há previsão para que ela entre na sala de parto.

Eduardo e Renata eram vizinhos quando crianças e namoram desde que ele tinha 15 anos e ela 13. Já são pais de Maria Eduarda (21), João (19), Pedro (17) e José (8).

Com informações do repórter Tércio Amaral, do Diario de Pernambuco

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.