• (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Humor X Religião » Deputado Anderson Ferreira aciona o MPPE contra o vídeo do grupo "Porta dos Fundos"

Ana Luiza Machado

Publicação: 27/01/2014 19:29 Atualização: 27/01/2014 21:39

O "Especial de Natal" produzido pelo grupo Porta dos Fundos, que satiriza passagens e personagens bíblicos, motivou o deputado federal Anderson Ferreira (PR) a ingressar hoje no Ministério Público de Pernambuco (MPPE) uma representação pedindo a instauração de inquérito civil público contra o grupo por afrontar a religião cristã e suas crenças. O deputado e seu assessor jurídico Carlos Fernando Ferreira foram recebidos pela procuradora geral da Justiça em exercício, Laís Coelho. Na ocasião, ele mencionou que os parlamentares da bancada evangélica e católica estão sendo convocados a entrar com a mesma representação no Ministério Público de seus respectivos estados.

Em 16 minutos e 41 segundos do vídeo, o grupo humorístico criou cinco abordagens sobre passagens e personagens bíblicos bem conhecidos da população. Na primeira cena, o anúncio do anjo Gabriel a José de que Maria está esperando o filho de Deus, é posto em suspeição a virgindade da mãe de Jesus. Na segunda parte, a ironia é com os três reis magos e os presentes levados à Jesus, que o grupo trata como "ilegal" e se assusta coma sirene da polícia. Outro momento polêmico é a cena em que Jesus apresenta Maria Madalena como namorada aos pais. O quarto é a sátira da Santa Ceia, onde Jesus pleiteia uma mesa em um bar. E por último, a crucificação de Jesus.



"O desejo de ferir a fé cristã e todos os seus princípios é notório no vídeo, o escarne e o deboche do dogma cristã da concepção de Jesus de Nazaré ao desprezo dos objetos religiosos como a cruz do calvário deixa claro e somente demonstram a real ofensa à consciência, sentimento e religiosidade de milhares de brasileiros", argumentou Anderson Ferreira em sua ação. Na presença da procuradora geral da Justiça, o deputado disse que como cidadão e cristão evangélico se sentiu incomodado com o vídeo que, ao seu ver, ultrapassou os limites do humor e feriu o artigo 208 do Código Penal que trata dos crimes contra o sentimento religioso.Ele ainda salientou que a "liberdade de expressão" não pode servir de escudo à propagação de ideais preconceituosos e semitas.

A procuradora garantiu que o vídeo será analisado cuidadosamente, como os demais casos que o MPPE têm acesso. "Não podemos com as nossas ações atingir o direito alheio. Assim como temos que respeitar os ateus também temos que respeitar os que acreditam em Deus. Vamos analisar e acompanhar. Pode ter aspecto cível, criminal ou da cidadania", explicou Laís Coelho. Segundo ela, o prazo inicial é de uma semana para saber que encaminhamento a representação terá. O documento de oito páginas com o anexo de um DVD com o conteúdo do vídeo entregue pelo deputado foi protocolado na hora.

O vídeo foi vinculado no dia 23 de dezembro de 2013 e até o momento teve 4,8 milhões de acessos.O mesmo vídeo já foi protocolado no Ministério Público de São Paulo pelo deputado Marco Feliciano. E a comunidade Católica de São Paulo tem feitos diversas críticas sobre o material audio-visual.Caso o MPPE acate a representação, o deputado solicita que qualquer eventual indenização por danos morais a coletividade cristã seja destinada aos Hospitais Evangélicos de inúmeros municípios brasileiros.

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: Antonio Silva
Esse porta dos fundos é mais um lixo que acha que pode falar e fazer o que quiser, atingir quem bem quer, em nome da "liberdade" de expressão. Mero engano! Tomara que se ferrem com um monte de processos a parem de produzir lixo. | Denuncie |

Autor: oliver oliveira
ridiculo isso tem de ser banido,urgentemente.NÃO BRINQUEM COM O TODO PODEROSO,O CRIADOR DE TODAS AS COISAS. | Denuncie |

Autor: Edmilson Soares de Oliveira
Esse deputado não tem mais o que fazer, não? Tantos crimes de fato acontecendo pelo mundo, por conta da religião, e um imbecil inventar de mover um processo contra autores de um video? Quantos padres e pastores estão fazendo coisas piores, até roubando em nome de Deus? Tenha santa paciência, viu | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.