• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Campanha » Pré-candidatos ao governo de São Paulo já estão em clima de campanha Os quatro principais candidatos participaram da inauguração de um edifício do complexo do Hospital do Coração (HCor)

Estado de Minas

Publicação: 24/01/2014 07:07 Atualização:

Faltam nove meses para as eleições, mas o clima em São Paulo já é de plena campanha. Os pré-candidatos ao governo local não escondem os planos ao intensificar a agenda no estado e, ontem, se encontraram em um evento típico do período em que disputam votos. Apesar dos afagos aparentes em público, aliados de Paulo Skaf (PMDB), Gilberto Kassab (PSD), Alexandre Padilha (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB), que disputará a reeleição, ainda trocam farpas nos bastidores.

Os quatro principais candidatos ao comando do estado participaram da inauguração do Edifício Dr. Adib Jatene, que passa a integrar o complexo do Hospital do Coração (HCor). O prefeito da capital paulista, Fernando Haddad (PT), e o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), também compareceram à cerimônia, que reunia principalmente médicos e profissionais da saúde. Os petistas evitaram falar no programa Mais Médicos, principal vitrine da campanha de Padilha, que, no entanto, não é muito popular entre os profissionais da medicina do país.

Ciente da possibilidade de não agradar a plateia, Padilha usou a figura de Jatene para alfinetar os críticos. “Um estadista nem sempre está com a voz da maioria. Muitas vezes, ele está com a voz da minoria, mas é aquele que nos lembra dos compromissos, principalmente, com os mais necessitados”, comentou o ministro da Saúde no evento.

Mesmo ainda não tendo deixado a pasta, o que deve ocorrer no fim do mês, Padilha já reforçou a agenda de pré-campanha em São Paulo e se programa para repetir as caravanas que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez nos anos 1990. As visitas começam no início de fevereiro e têm o objetivo de tornar Padilha mais conhecido no estado. Os demais pré-candidatos não falaram de política no HCor, mas vivem clima de tensão. Enquanto o PSDB questiona o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, pela propaganda de que participa em nome da instituição – que pode ser considerada campanha antecipada -, o partido tenta se aproximar de Kassab.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.