Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Postulações regionais » Eduardo adia definição de alianças nos estados Socialistas montam estratégia para evitar pressões nos estados e programam encontros regionais

Aline Moura - Diario de Pernambuco

Publicação: 22/01/2014 09:31 Atualização:

Eduardo reuniu lideranças nacionais para discussão sobre a conjuntura nacional do partido foto: Roberto Pereira/PSB/divulgação ( Roberto Pereira/PSB/divulgação)
Eduardo reuniu lideranças nacionais para discussão sobre a conjuntura nacional do partido foto: Roberto Pereira/PSB/divulgação

O PSB nacional decidiu, ontem, que o prazo para começar a fechar pré-candidaturas nos estados será dia 25 de março. A data não impede que os socialistas discutam as postulações regionais, mas é uma tentativa de esfriar a pressão que o governador Eduardo Campos (PSB) - também pré-candidato ao Palácio do Planalto - vem recebendo de aliados e correligionários para antecipar os nomes e alianças. A decisão foi anunciada pelo governador, ontem, num intervalo da primeira reunião de organização do partido do ano. Ele disse que os estados terão até o dia 10 de março para avaliar os respectivos cenários e informar à direção nacional se estão enquadrados na categoria de “normal”, “dispersão sem problema” e “dispersão com problemas”. Só 15 dias depois, portanto, a executiva nacional se reunirá para tomar as decisões mais difíceis.

Indagado se não seria muito tempo para solucionar temas tão delicados, em meio a polêmicas em estados importantes, como São Paulo e Pernambuco, o governador afirmou: “Tinha gente querendo adiar mais”, declarou, ressaltando que, oficialmente, as candidaturas só são oficializadas no final de junho.

A reunião de ontem foi realizada na casa do governador, no bairro de Dois Irmãos, na Zona Norte do Recife, e contou com a presença dos principais integrantes da cúpula nacional, como os deputados federais Beto Albuquerque (RS), Márcio França (SP), além do senador Rodrigo Rollemberg (DF), do secretário-geral da sigla, Carlos Siqueira, e do vice-presidente, Roberto Amaral. Oficialmente, contudo, Eduardo disse que o encontro não tratou especificamente da situação dos estados mais delicados, nem definiu a data de lançamento de sua pré-candidatura. De acordo com Eduardo, a antecipação do anúncio da ex-senadora Marina Silva para vice também não foi discutida, o que é visto como improvável por outros caciques socialistas.

Plataforma política

Na entrevista coletiva concedida na rua, em frente à sua casa, o governador citou, em diversos momentos, o nome do PPS como um dos principais parceiros. Disse que no dia 4 de fevereiro, em Brasília, entregará à legenda o documento com as diretrizes do programa de governo elaborado pelo PSB e pela Rede. Nessa mesma data, haverá um anúncio oficial da plataforma política dos dois partidos, no mesmo estado. A data era 30 de janeiro, porém foi adiada.

Eduardo Campos também anunciou que, a partir do dia 22 de fevereiro, o PSB/Rede começa a fazer seminários em todas as regiões do país. (Veja quadro ao lado). Os encontros serão realizados em Porto Alegre, no Rio de Janeiro, no Recife, em Goiânia e em Manaus. Eles repetem um modelo que trouxe resultados positivos ao PSB estadual, ouvindo o anseio das lideranças políticas e da população nas regiões de Pernambuco.

Saiba mais

Agenda 40 nacional

O que é?
Seminários que serão realizados em todas as regiões do país, no estilo semelhante ao que Eduardo Campos fez em Pernambuco antes de se eleger governador, em 2006. O PSB escolhia cidades polos do estado para reunir lideranças, formar seus quadros e discutir os problemas da região.

Como funcionará?
Os seminários também devem repetir o modelo do programa Todos por Pernambuco, que se realiza em cidades polos do estado e serve como base para o Plano Plurianual, selecionando as propostas debatidas e as prioridades de cada região. Nesses seminários, as propostas devem ser selecionadas para robustecer o programa de governo a ser apresentado pelo PSB/Rede.

Onde será?
Os seminários acontecerão em Porto Alegre, dia 22 de fevereiro; no Rio de Janeiro, em 15 de março; no Recife, em 05 de abril; em Goiânia, no dia 12 de abril; e em Manaus, no dia 26 de abril.  

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »