• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Reforma ministerial » Dilma acerta ida de Mercadante para a Casa Civil

Agência O Globo

Publicação: 20/01/2014 17:23 Atualização:

A presidente Dilma Rousseff coordena uma reunião nesta segunda-feira, no Palácio do Alvorada, com o ex-presidente Lula. Na pauta da conversa, além das eleições desta ano, está a reforma ministerial, que está sendo costurada pela presidente nos últimos dias. O ministro da Educação, Alozio Mercadante, assumirá a Casa Civil no lugar de Gleisi Hoffmann, que disputará o governo do Paraná. A ministra está de férias até o próximo dia 27, quando volta a Brasília para fazer a transição com o novo titular da pasta. Gleisi voltará para o Senado.

Para o lugar de Mercadante, a presidente deve confirmar ainda José Henrique Paim Fernandes, secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC), a despeito do lobby de setores do PT em defesa do nome de Marta Suplicy. Também deve ser acertada a ida do secretário de Saúde de São Bernardo (SP), Arthur Chioro, para o Ministério da Saúde.

A própria Dilma disse que pretende concluir a reforma até o início de março. Além de Lula, estão no encontro Mercadante, o chefe de gabinete da Presidência, Gilles Azevedo, e o ex-ministro de Comunicação Franklin Martins.

O encontro acontece antes da viagem internacional que Dilma fará à Suíça e a Cuba, a partir do dia 22. Nesse encontro, a prioridade é acertar os ponteiros com o PMDB, aliado preferencial da campanha à reeleição, que ameaçou com uma rebelião na semana passada. Ela embarca na quarta-feira, dia 22, e só retorna ao Brasil dia 29 à noite. A partir do dia 30, ela pretende efetivar a reforma ministerial.

Na mesa de decisões, na reunião de Dilma com Lula, também deve ser tratada a nomeação de Josué Gomes da Silva, filho do ex-vice-presidente da República José Alencar, para o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC).

Os dois concordam com essa escolha para o lugar do petista Fernando Pimentel, mas a presidente ainda pretende consultar o empresariado a respeito, para que a nomeação seja respaldada pelo setor.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.