• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mensalão » Conta de Pizzolato na Suíça é investigada por autoridades brasileiras Segundo autoridades brasileiras e suíças a conta foi movimentada após a fuga de Pizzolato, mas o saldo não está negativo

Correio Braziliense

Publicação: 17/01/2014 18:33 Atualização:

Uma conta bancária operada por Henrique Pizzolato, o ex-diretor do Banco do Brasil que fugiu do País após ter a prisão decretada pela condenação no julgamento do mensalão está sendo investigada.

A conta aberta em um banco suíço teria saldo de quase 2 milhões de euros. Segundo autoridades brasileiras e suíças a conta foi movimentada após a fuga de Pizzolato, mas o saldo não está negativo.
Apesar da polícia brasileira tem certeza da fuga de Pizzolato para a Itália o país não tem recebido cooperação da polícia europeia na investigação sobre o paradeiro do ex-diretor do Banco do Banco do Brasil. A dupla cidadania impede a extradição do condenado.

O ex-diretor do Banco do Brasil foi condenado a 12 anos e 7 meses de prisão pelo Supremo pelos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção passiva e peculato. As investigações mostraram que ele recebeu R$ 326 mil de propina para favorecer uma das empresas de Marcos Valério em contratos com o Banco do Brasil. Como ex-diretor do banco, Pizzolato teria participado do desvio de aproximadamente R$ 74 milhões do Fundo Visanet para alimentar o esquema.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.