Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições de 2014 » Rede defende candidatura própria ao governo de São Paulo

Aline Moura - Diario de Pernambuco

Publicação: 17/01/2014 08:18 Atualização:

As pressões do PPS e PSDB ao PSB, do governador Eduardo Campos, manter apoio à reeleição do governador Geraldo Alckmin (PSDB), em São Paulo, maior colégio eleitoral do Brasil, não convenceram os principais integrantes da Rede, de Marina Silva. Depois de o deputado federal Márcio França (PSB) tecer alertas sob o risco de a sigla socialista errar no estado paulistano, caso deixe a aliança com o PSDB, o deputado federal Walter Feldman (PSB), ligado à Rede, fez uma avaliação no caminho inverso, em entrevista ao Diario por telefone. Os dois, inclusive, são cotados como pré-candidatos ao governo daquele estado. França foi convidado para encabeçar a chapa majoritária por Eduardo Campos, enquanto Feldman é um dos preferidos de Marina, após a deputada federal Luiza Erundina (PSB) declarar que vai concorrer à reeleição.

“Márcio França é uma figura extraordinária por sua franqueza, porque ele não cria atritos nos bastidores. Mas a tese de candidatura própria em São Paulo pode nascer de forma muito vigorosa. Nesse momento, tanto a Rede como o PSB podem oferecer uma terceira via a São Paulo, como estão oferecendo ao Brasil”, avaliou, após França contar ter recebido um convite para disputar o governo e, ao mesmo tempo, fazer ponderações sobre a importância de a sigla se manter aliada ao PSDB.

Feldman analisa ser extremamente complicado que Aécio e Eduardo tenham o mesmo palanque em São Paulo. “Nós achamos inadequado, num estado como São Paulo, ter um palanque duplo. Em alguns momentos, eles (Aécio e Eduardo) vão ter diferenças e vai ficar muito estranho. Não dá para juntar tudo, o Brasil é muito grande”, observou para depois completar. “Um candidato apoiado por Marina e Eduardo aqui será abençoado”.

O parlamentar contou ter encontrado Eduardo Campos em São Paulo, na última terça-feira, e ressaltou que a relação entre o governador e Marina Silva está “afinadíssima”.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »