• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mensalão » Pedro Corrêa já está na penitenciária de Canhotinho

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 08/01/2014 14:28 Atualização:

O ex-deputado federal Pedro Corrêa já está no Centro de Ressocialização do Agreste, no município de Canhotinho, localizado a 207 quilômetros do Recife. Ele chegou por volta das 13h45 numa viatura com cinco agentes penitenciários, entre eles o superintendente de Segurança, coronel Cliton Paiva. O ex-parlamentar deixou o Centro de Observação e Triagem Everardo Luna (Cotel), onde estava preso desde o dia 27 de dezembro, por volta das 11h.

Segundo o secretário-executivo de Ressocialização, coronel Romero Ribeiro, Pedro Corrêa foi encaminhado para o pavilhão dos concessionados, que abriga detentos com bom comportamento e maior capacidade técnica de estudo. O ex-deputado dividirá uma cela, que possui banheiro e câmeras, com outro interno.

O Centro de Ressocialização do Agreste tem capacidade para receber 400 reeducandos, mas tem uma população de 1.153 presos. Está com 753 presos a mais em seus 11 pavilhões. De acordo com informações da Secretaria de Ressocialização, Pedro Corrêa poderá trabalhar na própria unidade, que oferece aos internos serviços em uma pedreira, serralharia, carpintaria, piscicultura, casa de farinha, produção de hortifrutigranjeiro, além da criação de gado, ovinos e caprinos. “Também há uma enfermaria que pode recebê-lo, já que ele é médico”, ressaltou Romero Ribeiro.

Pedro Corrêa já recebeu convites para trabalhar como médico. No município de Santa Cruz do Capibaribe, por exemplo, o prefeito Édson Vieira (PSDB) ofereceu a vaga de médico do Programa Saúde da Família ao ex-deputado. O pedido de saída para o trabalho, no entanto, ainda não foi formalizado à Justiça pela defesa do ex-parlamentar.

A transferência do ex-deputado foi autorizada na última terça-feira (7) pelo juiz da 1° Vara de Execuções Penais, Luiz Gomes da Rocha Neto.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.