Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Nova gestão » Valdecir Pascoal assume a presidência do TCE Com discurso emocionado, conselheiro promete ampliar trabalho de fiscalização

Ana Luiza Machado

Publicação: 08/01/2014 08:42 Atualização:

Antes mesmo de ler o discurso, Valdecir Pascoal não conteve as lágrimas ao ouvir o depoimento dos colegas da Corte. Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A. Press
Antes mesmo de ler o discurso, Valdecir Pascoal não conteve as lágrimas ao ouvir o depoimento dos colegas da Corte. Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A. Press

Toda a emoção existente no fato de um servidor de carreira chegar à presidência do órgão para o qual prestou concurso e, ser o primeiro no estado a conquistar esse feito, foi vista ontem, na posse do novo presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Valdecir Pascal. Antes mesmo de discursar, Pascoal não conteve as lágrimas ao ouvir o discurso proferido pelo decano e agora seu vice, o conselheiro Carlos Porto. O seu jeito emotivo em contraposição à fama de “durona” da sua antecessora, Teresa Duere, foi a primeira característica evidente na solenidade.

Antes de passar o comando da cerimônia e do tribunal para Valdecir Pascoal, Teresa Duere ressaltou que aquela posse era um marco para o TCE. Carlos Porto foi além. Disse que o tribunal viverá agora “uma nova fase com um servidor da Casa chegando à presidência”. E sobre a jovialidade de Pascoal, que aos 45 anos assume não só o TCE como também a presidência da Associação Nacional dos Membros dos Tribunais de Contas (Atricon), afirmou: “Ele chega tão jovem e tão presidente para nos comandar, mas sabemos que é suficientemente maduro para deixar marcas”.

Outras características do novo presidente foram explicitadas no decorrer do evento. Diante de um auditório lotado, escolheu a música e poesia para compor seu discurso. Recorreu ao Hino de Pernambuco para relembrar que há 22 anos saiu do município de Luís Gomes, Sertão do Rio Grande do Norte, para o Recife; leu estrofes de Maria, Maria de Milton Nascimento para elogiar a gestão de Teresa, que também tem o nome da canção; citou a palavra africana ubuntu, muito usada por Nelson Mandela, para declarar sua visão de unidade. Ele quase não conseguiu concluir a leitura ao citar a música de Gonzaguinha chamada Caminhos do coração.

A divulgação das suas prioridades também animou os presentes. Elas são basicamente três: fortalecimento das auditorias, do papel educador do TCE e melhorar a comunicação entre o órgão fiscalizador e a sociedade. Entre os que compuseram a mesa estavam o governador Eduardo Campos, o prefeito do Recife em exercício, Luciano Siqueira, o presidente do Tribunal de Justiça, Jovaldo Nunes, o ministro do Tribunal de Contas da União, José Múcio Monteiro, o procurador-geral do Ministério Público, Aguinaldo Fenelon, o senador Jarbas Vasconcelos, e o presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Uchoa e os desembargadores do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Jones Figueiredo e Mauro Alencar. Também prestigiaram a posse o diretor-geral dos Diários Associados no Nordeste, Guilherme Machado, o ex-ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho e os secretários de estado, Tadeu Alencar (Casa Civil), Antônio Figueira (Saúde) e Danilo Cabral (das Cidades), além do secretário de Governo do Recife, Sileno Guedes.

Saiba mais

Confira as prioridades definidas pelo novo presidente

“Avançar na qualidade e agilidade das auditorias e dos julgamentos dos processos. Realizar mais auditorias concomitantes, o que, significa fazer mais biópsias do que autópsias na gestão pública. Continuar fazendo um controle preventivo, analisando licitações, editais de concurso, para evitar que o prejuízo e o erro aconteçam”.

 “Reforçar o papel educador do tribunal implantando o programa TCEndo planejamento. Cujo critério para participar serão municípios mais pobres, menos estruturados, com o
menor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) para fazer uma capacitação gratuita, sem ônus para o município em cima de um planejamento estratégico”.

“Vamos investir mais em comunicação institucional. Tentar melhorar os conteúdos de divulgação. Precisamos nos fazer mais conhecidos e fazer com que a população compreenda que o nosso trabalho está relacionado com o seu dia a dia”.

Confira a composição do TCE para o biênio 2014/2015

Presidente: Valdecir Pascoal

Vice-presidente: Carlos Porto

Corregedoria: Marcos Loreto

Diretor da Escola de Contas: Dirceu Rodolfo

Ouvidoria: João Campos

Presidência da Primeira Câmara: Ranilson Ramos

Presidência da Segunda Câmara: Teresa Duere 

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »