Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Rio de Janeiro » Eduardo Paes: PT não pode dizer que está tudo errado no governo Cabral

Agência O Globo

Publicação: 06/01/2014 11:50 Atualização:

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), diz que não acredita que o PMDB do Rio rompa com o governo Dilma, por causa da candidatura do senador Lindbergh Farias ao governo do estado, e que trabalha para ter o apoio da legenda no segundo turno. O PMDB vai lançar o nome do vice-governador Luiz Fernando Pezão à sucessão de Cabral. Em entrevista ao jornal "Valor Econômico", Paes ressalta que o PT participou do governo Cabral e não pode dizer agora que "está tudo errado".

"Eles (os petistas) vão ter que apoiar o Pezão no segundo turno. O importante é construir um ambiente tal que, em havendo candidatura do PT, você possa apoiar a candidatura no segundo turno. E eles foram sócios do governo Cabral durante sete anos. Não dá para dizer que está tudo errado. Mas o senador Lindbergh tem direito de ser candidato."

Sobre a ameaça do PMDB de romper com o governo federal, caso o PT tenha uma candidatura própria no estado, o prefeito diz que "não vê caminho para isso". E que a a opinião é a mesma do governador e dos outros quadros do partido.

O prefeito também reafirmou seu apoio ao governador Sérgio Cabral.

"O Rio nunca viveu um ambiente político como o que está vivendo, de parceria. O Rio sempre foi usado pelo governador ou pelo prefeito como uma plataforma para políticas que não tinham relação com as nossas necessidades. A única pessoa que tenho certeza que vai agregar com o prefeito e a presidente da República é o Pezão."

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »