• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Polêmica » Advogado de Genoino acusa Joaquim Barbosa de ter comparado o petista ao traficante Fernandinho Beira-Mar

Filipe Barros - Diario de Pernambuco

Publicação: 03/01/2014 11:15 Atualização:

O advogado Luiz Fernando Pacheco, que representa o ex-deputado José Genoino (PT), condenado no processo do mensalão, acusou o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, de ter comparado o ex-parlamentar ao traficante Fernandinho Beira-Mar quando negou, no fim do ano, uma transferência de Brasília, onde cumpre pena, para São Paulo. As informações sobre a polêmica são da coluna Painel desta sexta-feira (3), do jornal Folha de S. Paulo.

Segundo o advogado, Barbosa comparou Genoino ao maior bandido do Brasil. “Na bizarra decisão em que proibiu o ex-dirigente petista de cumprir prisão domiciliar em seu domicílio, o presidente do Supremo Tribunal Federal usou como argumento uma decisão anterior sobre o traficante, que foi mantido em presídio de segurança máxima, longe de seus familiares”, destaca a coluna.

Ainda de acordo com o advogado, o presidente do STF cita como uma das razões para negar a transferência de Genoino um habeas corpus, também indeferido pela corte, em que a defesa de Fernandinho Beira-Mar pedia que o traficante fosse levado para o Rio de Janeiro. Pacheco diz ainda que a Lei de Execução Penal determina que o preso deve cumprir pena próximo de seu domicílio, salvo em casos excepcionais.

Genoino foi condenado ao regime semiaberto, mas foi o primeiro réu da Ação Penal 470 a ter sua prisão determinada por Joaquim Barbosa em condições de regime fechado. Embora tenha direito a embargos infringentes, foi escolhido por Barbosa como o “número um” na sua lista de prisões - Roberto Jefferson, sem direito a embargos, aparentemente não faz parte dessa lista.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.