Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Caruaru » Direção do PPS encaminha caso de Jajá ao Conselho de Ética

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 30/12/2013 19:50 Atualização: 30/12/2013 20:53

Após ser deflagrada a Operação Ponto Final, pela Polícia Civil de Pernambuco, que investigou e levou à prisão dez dos 23 vereadores da Câmara Municipal de Caruaru, a Direção Estadual do Partido Popular Socialista (PPS) em Pernambuco decidiu, nesta segunda-feira (30), encaminhar o caso o vereador Jajá ao Conselho de Ética do partido.

O vereador foi afastado do cargo pela Câmara daquele município ao ser acusado pela Polícia Civil do Estado e pelo Ministério Público de Pernambuco de utilizar-se do cargo para a obtenção de benefícios pessoais junto com os outros nove vereadores.

O Conselho de Ética do PPS deverá abrir processo disciplinar para ouvir a defesa do vereador, investigar as denúncias e emitir parecer a ser encaminhado à Direção Estadual do partido, a quem caberá a adoção das medidas cabíveis.

Os vereadores foram detidos preventivamente no último dia 18. A Operação Ponto Final tem o objetivo de investigar um esquema de corrupção na Câmara Municipal. Os vereadores são suspeitos de cobrar propina para a aprovação de projetos do Poder Executivo encaminhados à Casa. De acordo com a polícia, os suspeitos tentavam extorquir R$ 2 milhões. Uma das votações colocada em suspeita foi a do empréstimo de R$ 250 milhões para a instalação do BRT (Bus Rapid Transport), uma das prioridades do PAC Mobilidade para o município. A Justiça determinou a suspensão da sessão que aprovou o empréstimo.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »