Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Otimismo » "2014 será o ano de reconhecer Dilma", diz Lula ao El País

Tércio Amaral

Publicação: 29/12/2013 11:09 Atualização: 29/12/2013 12:13

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assina um perfil sobre a presidente Dilma Rousseff, também do PT, num artigo publicado pelo jornal espanhol El País. A publicação elegeu a petista como uma das principais lideraças ibero-americanas de 2013. Apesar das baixas expectativas do mercado, como a recente pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) que prevê um crescimento de 2,1% da economia brasileira para o próximo ano, Lula, ao fazer um balanço da gestão da aliada, diz que 2014 “será um grande ano para o Brasil”.

“O país colherá os frutos que a presidente Dilma semeou: a exploração do petróleo na camada do pré-sal; as concessões dos aeroportos, da rede ferroviária e dos portos; os grandes investimentos em educação, saúde e saneamento. Será o ano do reconhecimento da seriedade e da competência desta mulher brasileira de tanta coragem”, afirma, sem destacar algumas críticas, principalmente da oposição, em atrasos de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O petista foca seu discurso nos avanços sociais da gestão, como os 36 milhões de brasileiros que teriam sido resgatados da miséria absoluta, na coragem da presidente em enfrentar os protestos de junho e nos investimentos em educação.

Abaixo o texto traduzido na íntegra:

Dilma Rousseff, o poder da coragem

Lutou desde muito jovem para transformar o Brasil. Na presidência, enfrentou, neste ano, com êxito, os protestos de junho e a espionagem dos Estados Unidos, que ela mesmo sofreu.

Luiz Inácio Lula da Silva

Se tivesse que escolher uma palavra que definisse o caráter da presidente Dilma Rousseff, essa seria coragem. Esta companheira lutou desde muito jovem para transformar o Brasil, para melhorar as condições de vida das pessoas mais humildes. Foi perseguida, presa e torturada durante a ditadura, mas nunca abandonou seus ideais. Em uma sociedade acostumada a ver sempre os homens em postos dirigentes, ela foi a primeira mulher secretária de Finanças do seu Estado, a primeira ministra de Minas e Energia do Brasil, a primeira chefe da Casa Civil, a primeira presidente.

Durante o meu governo, ela reorganizou o setor de energia levando a eletricidade a três milhões de casas nas zonas rurais. Dirigiu o maior programa de infraestrutura de nosso período que garantiu o crescimento econômico com uma grande inclusão social.

Em seu governo, o país alcançou a cifra de 36 milhões de pessoas resgatadas da miséria absoluta. Em meio a uma crise mundial, o Brasil da presidente Dilma é o país mais empenhado na luta contra o desemprego, que caiu para 5,2%.

2014 será um grande ano para o Brasil, e não só por causa da organização da Copa do Mundo de futebol. O país colherá os frutos que a presidente Dilma semeou: a exploração do petróleo na camada do pré-sal; as concessões dos aeroportos, da rede ferroviária e dos portos; os grandes investimentos em educação, saúde e saneamento. Será o ano do reconhecimento da seriedade e da competência desta mulher brasileira de tanta coragem.

Confira o texto em espanhol

Com informações do portal Brasil247

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »