Pernambuco.com



  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Operação Ponto Final » TJPE libera os dois últimos vereadores de Caruaru que permaneciam presos

Filipe Barros - Diario de Pernambuco

Publicação: 27/12/2013 08:26 Atualização: 27/12/2013 12:02

Os vereadores foram levados para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru. Foto: Rafael Lima/Esp.DP/D.A Press/Arquivo
Os vereadores foram levados para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru. Foto: Rafael Lima/Esp.DP/D.A Press/Arquivo

Os dez vereadores presos em Caruaru, no Agreste pernambucano, durante a Operação Ponto Final, agora estão em liberdade. Os dois últimos que permaneciam presos até às 22h desta quinta-feira (26), Eduardo Cantarelli (SDD) e Jadiel Nascimento (PROS), foram liberados pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) através de habeas corpus emitidos no fim da tarde de ontem (26) no Recife. Depois de oito dias, os parlamentares saíram acompanhados por seus advogados, amigos, assessores e familiares. É esperado para a tarde desta sexta-feira (27) a divulgação do resultado em uma coletiva com o delegado Erick Lessa, responsável pelo caso. A informação é do blog Vanguarda.

Depois de serem liberados da Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, Jadiel foi o único a falar com a imprensa. Segundo o vereador, ele ficou emocionado com a receptividade da população. "Já imaginava esse calor humano. Quero agradecer a imprensa, a minha advogada e as pessoas que estão aqui por tudo. E, dizer que confio no Deus que sirvo", disse. De acordo com o advogado Saulo Amazonas, representante de Cantarelli, o vereador não foi solto nesta quarta (25), como era esperado, porque não houve tempo hábil para que o desembargador apreciasse o pedido de habeas corpus.

Saiba mais

Os vereadores foram detidos no último dia 18. No início desta semana, seis deles conseguiram liberdade mediante uma liminar e passaram a noite de Natal em casa. No dia seguinte, outros dois saíram da prisão e, ontem, mais dois foram liberados. Todos haviam sido afastados do cargo por determinação judicial e o Ministério Público recomendou a cassação dos mandatos. Os suplentes assumiram um dia antes de a Câmara iniciar o recesso. Advogados do grupo, porém, adiantaram que irão lutar para reaver as cadeiras. “Essa situação gera, no mínimo, uma insegurança jurídica. Os suplentes podem sair a qualquer momento e como fica o que eles votaram?”, disse o advogado de três dos acusados, Marcílio Cumaru.

Os dez presos durante a operação foram liberados gradativamente. Na terça-feira foram Louro do Juá (DEM), Jajá (PPS), Val das Rendeiras (Pros), Neto (PMN), Sivaldo Oliveira (PP) e Evandro Silva (PMDB). Na quarta, foram Cecílio Pedro (PTB) e Val (DEM). Por último, na noite desta sexta-feira, Eduardo Cantarelli (SDD) e Jadiel Nascimento (PROS) completaram a lista.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: José Silva
Atenção caruaruenses: Cuidado com suas carteiras, recheadas com o 13º, pois os vereadores estão soltos, fechem suas portas e janelas para não serem roubados e, lembrem-se, nas próximas eleições NÃO REELEJA NINGUÉM!!!! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »