Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Investigação » Vereadores de Caruaru prestam depoimento na Polícia Civil

Tércio Amaral

Publicação: 20/12/2013 12:40 Atualização: 20/12/2013 16:17

O presidente da Câmara, Leonardo Chaves (PSD), foi um dos vereadores que prestaram depoimento à polícia. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press
O presidente da Câmara, Leonardo Chaves (PSD), foi um dos vereadores que prestaram depoimento à polícia. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press

Um grupo de vereadores da Câmara de Caruaru presta depoimento na manhã desta sexta-feira (20) na comando regional da Polícia Civil no Agreste. Os legisladores foram convocados para contribuir nas investigações da Operação Ponto Final, que vinha sendo realizada há seis meses e acabou afastando e decretando a prisão preventiva de dez vereadores do município na última quarta-feira (18). Ontem, em entrevista coletiva no Recife, o presidente do inquérito, o delegado Erick Lessa, declarou que outros políticos seriam convocados e que um deles poderia ser afastado e detido, caso a justiça determinasse.

O presidente da Câmara, Leonardo Chaves (PSD), foi um dos vereadores que prestaram depoimento à polícia. Em entrevista ao Diario no dia das prisões dos colegas, ele afirmou que estava surpreso e constrangido com as acusações aos 10 vereadores presos.

A Polícia tenta avançar, neste momento, no desfecho da Operação Ponto Final, que poderá ter seu inquérito concluído em dez dias. A prisão dos legisladores foi motivada pela tentativa de extorsão dos vereadores para aprovar o projeto do empréstimo de R$ 150 milhões que destinaria os recursos na instalação do Bus Rapid Transport (BRT), além da recuperação de algumas vias do município. “O valor que eles solicitaram foi aproximadamente R$ 2 milhões para dividir entre todos e faziam barganhas para diminuir ou aumentar estes valores”, contou Lessa. A pauta foi aprovada terça-feira (17), com 17 votos a favor, 5 contra e uma abstenção.

Foram presos e afastados os vereadores Cecílio Pedro (PTB), Sivaldo Oliveira (PP), Val das Rendeiras (Pros) e Jadiel Nascimento (Pros), estes ligados ao grupo governista. Já pela oposição, integram a lista Val (DEM), Louro do Juá, Eduardo Cantarelli, ambos do Solidariedade, Neto (PMN), Evandro Silva (PMDB) e Jajá (PPS).

A Polícia Civil ainda não divulgou o nome dos vereadores que foram intimados a prestarem depoimentos nesta sexta-feira, mas informações preliminares levam a crer que trata de sete legisladores que não foram ouvidos nesta quarta-feira e que ainda continuam com mandato em exercício.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »