Pernambuco.com



  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Tribunal de Contas » Salvando o dinheiro público do ralo

Ana Luiza Machado

Publicação: 20/12/2013 08:42 Atualização:

Teresa Duere comemora os resultados obtido foto: Julio Jacobina/DA/D.A Press (Julio Jacobina/DA/D.A Press)
Teresa Duere comemora os resultados obtido foto: Julio Jacobina/DA/D.A Press

De janeiro a novembro deste ano o Tribunal de Contas do Estado (TCE) impediu que R$ 876,7 milhões fossem usados irregularmente pelos gestores públicos, através de medidas cautelares, termos de ajustamento de conduta, auditoria de acompanhamento, aplicação de débitos e multas. Este foi um dos pontos levantados ontem durante coletiva sobre o balanço do segundo semestre de 2013 das ações do órgão fiscalizador e último da gestão da presidente do órgão, Teresa Duere.

No mesmo período, o TCE contabilizou que o valor do montante em auditorias foi de R$ 41 bilhões e, mais especificamente, que em 606 auditorias de acompanhamento, os dados auditáveis são de R$ 25,6 bilhões em recursos financeiros. Também foi anunciado que, ao longo deste ano, foram realizados 11.045 julgamentos de processos. E a criação da “operação gol de placa” que, de acordo com a presidente do órgão, ajudou aos servidores a baterem as metas para alcançar a celeridade nas investigações e julgamentos.

Na relação, por tantas vezes conflitante, entre o TCE e as Câmaras municipais sobre os pareceres que recomendam a rejeição das contas dos gestores, foi considerado que houve um avanço positivo. “Em 2012, quando o TCE pedia a rejeição das contas dos prefeitos, apenas 36% das Câmaras acatavam. Em 2013, este número subiu para 49%. Sabemos que ainda precisamos aumentar este percentual, mas foi significativo”, disse Teresa Duere.

No último balanço antes de deixar a presidência, ela falou que a preocupação de aproximar a sociedade do tribunal vai além de mandatos à frente do TCE. Ressaltou a parceria com o Ministério Público de Contas, o investimento na capacitação e desenvolvimento do corpo técnico e a criação, só neste semestre, de dois novos portais de transparência. Teresa antecipou que, no próximo ano, cuja a presidência ficará a cargo do conselheiro Valdecir Pascoal, as contas da Prefeitura do Recife serão divididas por secretaria entre os conselheiros.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: norma silva
Grande mulher Tereza Duere, honesta e profissional. Belo trabalho! Espero que deem continuidade a seu trabalho frente ao TCE. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »