Pernambuco.com



  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Espionagem » Senadores apoiam asilo a Snowden

Agência Senado

Publicação: 19/12/2013 19:21 Atualização:



O presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), Ricardo Ferraço (PMDB-ES), reafirmou nesta quinta-feira (19) sua disposição de seguir apoiando a concessão de asilo político pelo Brasil a Edward Snowden, ex-colaborador terceirizado da Agência de Segurança Nacional (NSA) e ex-funcionário da Central Intelligence Agency (CIA). Ferraço falou em seu gabinete a correspondentes estrangeiros.

O parlamentar e outros três senadores chegaram a anunciar uma reunião na quarta-feira (18) com o ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo Machado, para tratar do assunto, mas o encontro não ocorreu por problemas de agenda, conforme assessoria do senador.

Edward Snowden divulgou uma carta aos brasileiros no dia 17, em que afirma estar disposto a colaborar na investigação sobre a espionagem dos Estados Unidos, mas disse que o governo daquele país "trabalha arduamente” para limitar a atuação dele. “Até que um país conceda asilo político permanente,o governo dos EUA vai continuar a interferir com minha capacidade de falar”, declarou Snowden.

Em entrevista no mesmo dia, Ferraço lembrou que, ainda no primeiro semestre, a comissão aprovou uma moção em que pede que o Brasil abrigue o delator do esquema de espionagem do governo dos Estados Unidos.

O senador reforçou, porém, que o asilo é uma questão humanitária e de forma alguma pode ser uma moeda na troca por informações que Edward Snowden possa ainda ter sobre a ação dos espiões norte-americanos.

- Nós temos muito o que investigar. A presença do Snowden em nosso país seria ou será um extraordinário facilitador, mas as coisas não podem ser na base da troca do asilo político por informações. O asilo político é, antes de tudo, um gesto humanitário. Até porque essa é a tradição democrática do nosso país - afirmou o senador.

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) também defende o asilo político a Snowden, mas que isso aconteça sem contrapartidas. Além disso, lembrou que muitos dos dados que Snowden tem foram passados ao jornalista Glenn Greenwald.

- O Brasil deve conceder o asilo a uma pessoa que não cometeu nenhum crime e que não tem onde viver. Daqui uns meses expira o prazo para ele ficar na Rússia.O Glenn tem todos os documentos, porque a ele foi passado pelo Snowden. O que vai ser divulgado independe da concessão ou não do asilo a ele - disse Vanessa.

Para o senador Roberto Requião (PMDB-PR), o Brasil, especialmente, tem uma dívida com Edward Snowden, em razão das revelações acerca das espionagens de que o país foi e continua sendo alvo. Para ele as revelações de Snowden representaram um poderoso alerta para que o Brasil preserve sua soberania e se guarde contra a devassa de nossas informações e a quebra de nossos sigilos.

"Precariamente abrigado na Rússia, Snowden precisa de toda a liberdade para se movimentar e falar. O exercício da liberdade que ele quis preservar denunciando os serviços de espionagem dos Estados Unidos, precisa ser garantido para ele, aqui em nosso território, como uma manifestação clara de agradecimento à sua coragem ao fazer as denúncias - argumentou o senador pelo PMDB".

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: manoel lima
Se houvesse esse cara mereceria o título de CIDADÃO DO MUNDO | Denuncie |

Autor: Marivaldo *crocia&
É uma boa oportunidade de se mostrar independente dos USA. Sou favorável ao asilo ao Sr. Edward Snowden pois os USA se acham os donos do mundo. Chega de tanto paparicado e das intervenções americanas em nosso país. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »