Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Operação Ponto Final » Vereador preso acusa secretário de Caruaru como articulador do esquema

Andrea Cantarelli - Diario de Pernambuco

Publicação: 18/12/2013 18:33 Atualização: 18/12/2013 21:05

Jaílton Soares de Oliveira, conhecido como Jajá (PPS), um dos dez vereadores de Caruaru presos na manhã desta quarta-feira (18), na Operação Ponto Final da Polícia Civil do estado, decidiu falar e fazer revelações sobre o caso. Enquanto estava no Instituto Médico Legal (IML) para realizar o exame de corpo delito, ele conversou com uma rádio local e fez acusações ao secretário de articulação de Caruaru, Marco Casé.

"É tudo ameaça. O senhor secretário Marco Casé já vinha articulando tudo, esse jogo sujo e imoral. Eu tinha que dizer que queria aceitar a propina que ele vinha oferendo para articular contra ele, mas, infelizmente, ele agiu de má fé e foi rápido demais", declarou Jaílton Soares, referindo-se aos mandados de prisão preventiva aos vereadores. "A casa caiu para o senhor prefeito (José Queiroz, do PDT) e para Marco Casé. Não me pegou de surpresa porque eu já sabia, as acusações são infundadas", completou o vereador que, em julho deste ano, já tinha sido preso por suspeita de receptação de veículos. Ele foi solto depois de apresentar pedido de habeas corpus e ficou nove dias na penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru. À época, Jajá disse estar sendo vítima de uma armação e perseguição política.

O depoimento dado à polícia, na manhã desta quarta-feira (18), pelo primeiro secretário da Câmara de Caruaru, Gilberto de Dora (PSB), indica que a investigação tem relação com o transporte público da cidade. "As perguntas foram direcionadas aos projetos de lei que tramitavam na Câmara autorizando o poder Executivo a fazer concessões para empresas de ônibus de transporte público; e um empréstimo de R$ 250 milhões para instalar o BRT", contou Gilberto.

A reportagem tentou entrar em contato com o prefeito José Queiroz e o secretário Marco Casé, mas ambos não atenderam as ligações. A assessoria de comunicação da Prefeitura de Caruaru informou que não vai se posicionar sobre o assunto e esperará a Justiça esclarer os fatos para que, só então, se pronuncie oficialmente.

Veja alguns momentos da entrevista de Jajá à Rádio Cultura, de Caruaru

"O senhor Marcos Case vinha articulando e subornando os vereadores na Câmara. O senhor secretário vem tentando subornar desde três meses atrás para o BRT
oferecendo R$ 500 mil a certos vereadores".

"Como eu vinha sempre denunciando, ele viu que eu estava denunciando o BRT e a LOA e armaram isso. É perseguição. Não tenho medo, o próprio secretário
Marcos Casé é um corrupto da cidade".

"Vamos trabalhar, vamos correr atras dos nossos direitos para mostrar a sociedade caruaruense a imundice que existe em Caruaru e o lado podre da política de Caruaru".

Vereadores presos:


Val (DEM)
Jajá (PPS)
Eduardo Cantarelli (PSDB)
Sivaldo Oliveira (PP)
Louro do Já (PS)
Evandro Silva (PMDB)
Val das Rendeiras (Pros)
Jadiel do Nascimento (PRTB)
Cecílio Pedro (PTB)
Neto (PMN)

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »