Pernambuco.com



  • (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Visita presidencial » Dilma responde a Eduardo e anuncia investimentos

Diario de Pernambuco - Diários Associados

Publicação: 17/12/2013 13:41 Atualização: 17/12/2013 17:04

 (Paulo Paiva/DP/D.A Press)
Em seu discurso, a presidente Dilma Rousseff retribuiu rapidamente os afagos do governador Eduardo Campos (PSB). "Quero agradecer a recepção fraterna, o alto nivel das relações que sempre pautaram a nossa convivência", afirmou. E não deixou passar em branco as alfinetadas feitas pelo seu potencial adversário nas eleições de 2014. Ela destacou que o governo federal não discriminou os investimentos realizados nós últimos anos.

"Nós temos tomado decisões fundamentais ao desenvolvemento de Pernambuco e do Nordeste. A desigualdade e o atraso não podem ser considerados um fenômeno natural como a chuva. Depende de nossa determinação de mudar a realidade", afirmou. A presidente citou como a "melhor prova" de que o governo federal distribui recursos, o volume de investimento realizado no Complexo de Suape.

Dilma, como havia sido divulgado pela equipe da Presidência da República, anunciou o investimento de R$ 2,9 bilhões em mobilidade urbana. Desse total, sendo R$ 1,7 bilhão em VLT da Avenida Norte, cinco corredores de ônibus e corredor fluvial. Além disso, a presidente anunciou a licitação do Arco Metropolitano. Essa obra viária, que tinha uma previsão de investimento de R$ 1,5 bilhão, foi orçada pelo governo federal em aproximadamente R$ 1 bilhão. "Ainda não sabemos o valor exatamente, pode ser um pouco menos ou um pouco mais", disse. A presidente destacou que, com esses investimentos, o governo federal investirá R$ 5,7 bilhões em transporte coletivo.

A presidente também falou sobre o programa Mais Médicos, apontado como um dos carros-chefe da campanha presidencial de 2014 e que tem recebido muita atenção dela. Dilma disse que Pernambuco solicitou 532 médicos e que já chegaram 403 médicos. "Até março, estaremos atendendo a diferença. Nós vamos garantir que 1,862 milhão de pessoas que não tinham atendimento médico no estado, passem a ter", ressaltou.

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: gustavo farias
Recepção fraterna? È ditadura, isto sim. Trabalho em Suape e fomos obrigado a ter que houvir a ladanhia por exigencia dela e da Petrobras, além disto foram selecionados que iria. | Denuncie |

Autor: eraldo silva
O que eu não entendo é que aquelas pessoas que passam dias, meses, até anos para conseguir uma simples consulta de 2 minutos, são as próprias defensoras deste governo que aos poucos está conseguindo acabar este pais, sem educação, saude e segurança pública. O sistema político brasileiro está na UTI. | Denuncie |

Autor: eraldo silva
Depois de assistir o Globo Reporter da Rede Globo do dia 13.12.2013, sobre a situação da saúde no Brasil, vejo que a vergonha na cara dessa presidente que ai está, dos que compõe à Câmara Federal e Congresso Nacional, anda muito distante de existir. Tantos milões gastos em Arena para a Copa. É imoral | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »