Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Projeção » Eduardo Campos: "Seremos o conjunto político que mais estará junto nacionalmente"

Ana Luiza Machado

Publicação: 15/12/2013 21:05 Atualização: 15/12/2013 22:35


Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press
Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

As especulações de que a aliança do PSB com PPS dará problemas nos estados foi completamente rejeitada pelo governador e pré-candidato à Presidência da República Eduardo Campos. Com um discurso de quem não admite dificuldades, o governador afirmou que a aliança PSB/Rede/PPS serão o "conjunto político que mais estará junto nacionalmente e nos estados". A declaração aconteceu horas depois dele voltar de Brasília e participar do primeiro encontro programático da Rede de Sustentabilidade, partido criado pela ex-senadora Marina Silva, mas que foi inviabilizado pelo TSE. O tema do encontro foi um debate sobre a conjuntura econômica.

Segundo ele, desde que as alianças começaram a ser divulgadas teses foram sendo criadas, sempre negativamente, e vêm sendo derrubada aos poucos. "Em mais de 20 estados não temos nenhum problema. E a gente olha para os outros e vê que em mais de 20 estados eles têm muitos problemas", afirmou. Veja na íntegra o que o governador falou sobre as teses já "inventadas":

"No primeiro momento houve um esforço para que a Rede não existisse. Depois que ela não existiu houve uma surpresa com o movimento que foi feito. Depois dessa surpresa tentaram desenvolver algumas teses: a primeira é que não iria dar certo porque eram públicos muito diferentes, acabou que deu certo. Aí depois veio uma tese de que iria ter problema entre eu e Marina. Esse problema não aconteceu, aí abandonaram essa tese. Aí agora começam a desenvolver uma outra tese, a que vai ter problemas nos estados. Ora, quando a gente vê isso sendo dito e analisa rapidamente, por que não estamos cuidando da nossa situação nos estados, a gente vê que em mais de 20 estados não temos nenhum problema. E a gente olha para os outros e vê que em mais de 20 estados eles têm muitos problemas. Então vemos que estamos no caminho certo. É discutir a tese programática e depois traduzir esse programa em um projeto político e quando for a hora de tratar da questão eleitoral, a essa altura já tem avançado muito o dialogo do PSB, Rede e PPS nos estado, nós vamos nos empenhar para estarmos juntos em todos os lugares. Se em 2, 3 4 lugares não estivermos nós vamos saber administrar isso. Agora tenho certeza que seremos o conjunto político que mais estará junto nacionalmente e nos estados".

O comentário foi feito durante a solenidade de conclusão de 24 mil jovens no ensino fundamental e médio através do programa estadual Travessia, no Centro de Convenções de Pernambuco.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »