Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Visita presidencial » Visita de Dilma a Pernambuco será na terça-feira

Rochelli Dantas - Diario de Pernambuco

Suetoni Souto Maior

Publicação: 12/12/2013 07:44 Atualização:

Dilma Rousseff concentra agenda no Complexo de Suape: Blenda Souto Maior/DP/D.A Press
Dilma Rousseff concentra agenda no Complexo de Suape: Blenda Souto Maior/DP/D.A Press

A visita da presidente Dilma Rousseff (PT) a Pernambuco terá o Complexo Industrial Portuário de Suape como foco. A agenda, aguardada com ansiedade por petistas e petebistas do estado, está prevista para a próxima terça-feira e incluirá visitas ao Estaleiro Atlântico Sul e à Refinaria Abreu e Lima, dois empreendimentos que figuram entre os orgulhos do governador Eduardo Campos (PSB), virtual candidato à Presidência.

Essa será a primeira visita da presidente que terá o senador Armando Monteiro (PTB) e o senador Humberto Costa (PT) como focos da atenção da presidente. Ambos são defensores de palanque local para Dilma Rousseff, que tentará a reeleição no ano que vem. O PT trabalha com a perspectiva de apoiar Armando para o governo ou lançar candidatura própria. Antes, era Eduardo que monopolizava a atenção da gestora.

Na agenda da terça-feira, Dilma deverá ser acompanhada pela presidente da Petrobras, Graça Foster. Elas vão conferir o andamento da construção da plataforma P-62, uma encomenda da multinacional brasileira, que faz parte do módulo quatro de produção do campo de Roncador, na Bacia de Campos. Uma visita às obras da Refinaria Abreu e Lima também deve entrar no roteiro, segundo fontes do governo.

Procurada pelo Diario, a assessoria de imprensa do Planalto informou que a segunda agenda ainda está em análise. As obras da refinaria já ultrapassaram a casa dos 70% de conclusão. A Rnest, como é conhecido o empreendimento, será a unidade com maior taxa de conversão de óleo cru em diesel (70%), apta a processar 230 mil barris por dia de petróleo pesado. O início da operação está previsto para 2014.

A visita da presidente a Pernambuco faz parte da ofensiva traçada pela executiva nacional do PT para brigar pela paternidade das obras do governo federal em Pernambuco. Os petistas alegam que o crescimento registrado no estado nos últimos anos se deve, principalmente, aos investimentos federais. Os auxiliares do governador Eduardo Campos, por outro lado, dizem que o dinheiro é fruto dos impostos pagos pelo povo brasileiro e que a virtude é de quem executa as obras.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »