Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Investimento » Plenário aprova US$ 400 milhões em operações externas para Pernambuco

Agência Senado

Publicação: 11/12/2013 16:59 Atualização:

O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (11) cinco operações de crédito externo, no valor global de mais de US$ 1,2 bilhão em favor dos estados do Ceará, de Sergipe, de Pernambuco e do município do Rio de Janeiro. As propostas seguem agora para promulgação.

Um dos empréstimos, de US$ 350 milhões, deverá ser contratado pelo Ceará com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird – Banco Mundial), com aval da União. Os recursos destinam-se ao financiamento parcial do projeto de apoio ao crescimento econômico do estado. Os investimentos, de acordo com parecer do Tesouro Nacional, estão previstos no Plano Plurianual (PPA) do Ceará.

A outra operação, de US$ 400 milhões, será assinada também pelo Ceará com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com aval da União. O dinheiro deverá ser aplicado no programa viário do estado, para integrar regiões produtoras aos mercados consumidores e a portos e aeroportos.

O Plenário aprovou também autorização para o município do Rio de Janeiro contratar operação de crédito externo com o Bird no valor de até US$ 16,2 milhões, com aval da União. Os recursos destinam-se ao financiamento parcial do "Projeto Rio de Excelência".

Outro pedido de empréstimo aprovado pelo Plenário deverá ser assinado entre o BID e Sergipe, no valor de US$ 60 milhões, também com aval da União. Os recursos financiarão parcialmente o Programa de Desenvolvimento do Turismo no estado.

A última proposta aprovada prevê a contratação de operação de crédito externo de até US$ 400 milhões para o estado de Pernambuco.

Os recursos serão levantados junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com garantia da União, e destinam-se ao financiamento do Programa de Consolidação do Equilíbrio Fiscal para o Desenvolvimento Econômico e Social do Estado de Pernambuco (Procofins).

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »