Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

São Paulo » Caso Siemens: doleiro afirma que buscava dinheiro com ex-diretor na sede da CPTM

Agência O Globo

Publicação: 11/12/2013 14:31 Atualização:

Em depoimento à Polícia Federal, o doleiro Marco Antonio Cursini afirmou que recebia dólares do ex-diretor de Operação da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), João Roberto Zaniboni. O dinheiro era destinado às operações de dólar cabo para a Suíça - transferência eletrônica na moeda americana sem comunicação ao Banco Central ou declaração à Receita Federal. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Zaniboni, condenado na Suíça por lavagem de dinheiro, foi diretor da CPTM entre 1999 e 2003. Ele é apontado pela polícia como intermediário no pagamento de propinas a agentes públicos e políticos ligados ao governo de São Paulo. E foi indiciado sob suspeita de ter cometido os crimes de lavagem de dinheiro, formação de cartel, corrupção e crime financeiro.

Segundo a reportagem do "O Estado de S.Paulo", no depoimento, prestado em 17 de outubro, Cursini declarou que teve o endereço do seu escritório informado pelo ex-diretor como sede da CPTM. O doleiro disse ainda à Polícia Federal que depositava dinheiro na conta Milmar, na Suíça.

Consta no relatório da Polícia Federal: "Marco Antonio Cursini declarou que as transferências totalizaram o valor de 464.720 dólares entre 28/10/1999 e 23/7/2001. Zaniboni entregava o dinheiro no referido endereço onde funcionava a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos. A partir de 07/2003, Zaniboni passou a precisar de recursos no Brasil, motivo pelo qual solicitou ao depoente (Cursini) a realização de operações de dólar cabo para internalizar valores no Brasil".

O doleiro apresentou uma planilha onde constam os pagamentos feitos a Zaniboni entre1999 e 2004

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »