Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Críticas » Educação do Recife no centro do debate na Câmara

Ana Luiza Machado

Publicação: 10/12/2013 20:34 Atualização: 10/12/2013 23:21

 (Câmara Municipal do Recife/Divulgação )

A Educação voltou a ser alvo de críticas da oposição na Câmara do Recife. A não conclusão do processo licitatório da merenda para as unidades de ensino da rede pública municipal fez a vereadora Priscila Krause (DEM) cobrar agilidade ao prefeito Geraldo Julio (PSB). Já a declaração dada pelo gestor, de que teria investido na educação mais do que os últimos 10 anos das gestões dospetistas João Paulo e João da Costa, foi levada pelo vereador André Régis (PSDB) e gerou polêmica na Casa.

 

Segundo a democrata, o prefeito sempre se pronunciou afirmando que iria resolver o processo da merenda, bem como melhorar sua qualidade, mas até agora não foi resolvido. "Há um ano essa gestão está aí e não conclui a licitação. Digo um ano porque isso está sendo discutido desde o período de transição, já estamos em dezembro e não temos nenhuma notícia sobre o assunto. Venho cobrar uma satisfação de a quantas anda esse pregão", disse. 

 

 De acordo com o Portal de Transparência da Prefeitura, a licitação que trata sobre o assunto teve seu edital lançado no dia três de setembro, 66 empresas manifestaram interesse em concorrer, mas, até agora, o processo não foi concluído. Desde 2004 as fornecedoras de merenda escolar são a SP Alimentação e a Geraldo J. Coan, ambas respondem a processos em diversas cidades do país esão suspeitas de integrar a Máfia nacional da Merenda, mas como não em nenhum local o processos foram concluídos elas concorrem novamente no Recife.

 

Para o tucano André Régis, as chances do prefeito Geraldo Julio fazer uma gestão melhor do que a do ex-prefeito João da Costa é 100%. "A gestão passada foi tão ruim  que é impossível conseguir ser pior, mas vou pedir um detalhamento para saber aonde foi que ele investiu 10 vezes mais na educação do que a gestão do PT? Quais foram os parâmetros utilizados pelo gestor para comparar esses dados?", questionou Régis.

 

Segundo o vereador, para elaborar a ferramenta que faz o diagnóstico das escolas da rede pública municipal, ele percorreu as 320 escolas e se deparou com uma situação física das unidades "alarmante" e um "modelo falido" queprecisa ser alterado.

 

Os petistas Jurandir Liberal, Jairo Brito e Henrique Leite também se pronunciaram sobre a declaração do prefeito. Para eles a contado prefeito deve está "equivocada". "Uma conta rápida de padaria mostra que, se o percentual mínimo de investimento na educação é 25%, e o prefeito diz que investiu 10 vezes mais, então em um ano ele investiu 250%, provocou Liberal.

 

Priscila Krause lembrou que com números não dá para ter disfarces. E alfinetou as campanhas publicitárias declarando que o cineasta "Spilberg perde para o que se vê na tevê". Coube a Romerinho Jatobá (PR) e a Almir Fernando (PCdoB), não entrar no mérito dos números, mas a defender que o prefeito está "valorizando e qualificando as escolas".

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »