Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Integração ao programa socialista » PPS quer ajudar na construção conjunta de programa do PSB Após definir apoio, PPS quer contribuir com PSB e Rede na formação de um plano de governo

Júlia Schiaffarino

Publicação: 10/12/2013 07:13 Atualização: 10/12/2013 10:44

Freire: maior defensor de Eduardo entre pós-comunistas: Maria Tereza Correia/EM/D.A PRESS
Freire: maior defensor de Eduardo entre pós-comunistas: Maria Tereza Correia/EM/D.A PRESS

Passada a convenção nacional do PPS, que fechou apoio a uma eventual candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), à Presidência da República, o partido, agora, quer se integrar ao processo de construção de discurso e programa socialistas, tal como a Rede. A pretensão foi expressa pelo presidente nacional do PPS, Roberto Freire, em entrevista ao Diario.

Durante a conversa, Freire explicou a decisão da sigla, ocorrida bem antes do período eleitoral; comparou o rompimento com o PSDB ao rompimento que o PPS protagonizou com o PT, anos antes e disse que, ao seu ver, o distanciamento entre Campos e a presidente Dilma Rousseff (PT) é um caminho sem volta. “O PPS trabalha para que num segundo turno qualquer um dos candidatos (Aécio Neves ou Eduardo Campos) esteja unido contra Dilma”. Até o segundo turno, porém, outros dois desafios estarão na mesa. O primeiro é dissipar conflitos gerados pelo anúncio de apoio aos socialistas. O segundo, manter na disputa os nomes para governador de pelo menos três estados onde o PSB também deverá ter candidatura própria.

Leia entrevista com Roberto Freire na edição do Diario desta terça-feira. Clique aqui.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »