Pernambuco.com



  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições de 2014 » Eduardo Campos entende que escolha à sucessão ao governo será técnica

Tércio Amaral

Publicação: 06/12/2013 14:05 Atualização: 06/12/2013 13:35

No encontro com o secretariado nesta quinta-feira (5), o governador Eduardo Campos (PSB) também discursou sobre a escolha do candidato do partido ao governo de Pernambuco nas eleições de 2014. Sobre o nome, Campos fez uma análise comparativa, dando a entender que fará a escolha na mesma forma que na última eleição para prefeito, quando optou pelo ex-secretário Geraldo Julio, no Recife. O prefeito da capital, inclusive, sempre é lembrado para uma eventual disputa ao governo do estado, mas declara que não tem esta intenção.

Blog de Política: Eleições 2014: PSB deve seguir privilegiando quadros da “cozinha”. Quem pegou o bonde andando, tem pouca chance 

"Quando fui tomar a decisão para o Recife (a escolha de Geraldo) foi sentindo esse sentimento de mudança, foi tendo essa leitura de que o povo pernambucano queria renovação na política. Fiz três pesquisas e ouvi todas as pessoas para tomar a decisão (por Geraldo)", teria dito Eduardo Campos. Apenas o secretário de Desenvolvimento, Márcio Stefani, não estava presente no encontro por motivo de viagem.

No encontro de ontem, apenas Eduardo e o vice-governador João Lyra "discursaram". O vice, que pleiteia disputar o governo no ano que vem, demonstrou que acompanhará a decisão que Eduardo tomar sobre a escolha. "O governo de Eduardo não se encerrará no prazo constitucional em abril. O governo Eduardo se encerrará em dezembro de 2014. Estaremos juntos independentemente de quem seja o candidato da Frente Popular", teria dito João Lyra.

Com informações de Cecília Ramos, editora-assistente da coluna João Alberto

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »