• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Filiação Cid Gomes anunciará saída do PSB e filiação ao PROS

Publicado em: 30/09/2013 20:55 Atualizado em:

Parlamentares afirmam que o governador do Ceará, Cid Gomes, vai anunciar na quarta-feira a sua filiação ao Partido Republicano da Ordem Social (PROS). Nesta segunda-feira, o colunista do GLOBO, Ilimar Franco, informou a saída de Cid e de seu irmão, Ciro Gomes, do PSB.

No último sábado Cid e seu núcleo político receberam integrantes da Executiva Nacional do PROS na residência oficial do governador. De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Zezinho Albuquerque, que esteve presente na reunião, o presidente do novo partido no Ceará será Danilo Gurgel Serpa , que atualmente ocupa o cargo de secretário chefe do gabinete do governador.

"Já recebemos a senha, o partido está todo regularizado. Agora vamos tratar das filiações. (...) O grupo vai para o PROS porque assim não temos problema para os municípios do interior. Sendo um partido já existente tudo ficaria mais difícil. Na última reunião, 80% dos ouvidos já manifestaram essa intenção", diz Zezinho.

De acordo com o deputado Givaldo Carimbão - uma das lideranças nacionais do PROS - a ideia é que, na quarta-feira, dia 1º, Cid e os demais egressos do PSB participem de um grande ato de filiação na Câmara dos Deputados, em Brasília, a partir de 15h.

No Ceará, desfiliações ocorrerão em grande proporção. Já anunciaram a saída do PSB, um dos maiores partidos no Estado, 38 prefeitos, 287 vereadores, nove deputados estaduais e quatro federais.

A possibilidade de filiação ao PDT ainda será discutida na reunião de quarta-feira, mas servirá apena para que as opiniões dos demais militantes sejam ouvidas.

Na última quinta-feira Cid afirmou que seu irmão mais novo, Ivo Gomes, tem preferência pelo PDT, apesar de a sigla abrigar um dos seus principais adversários locais, o deputado estadual Heitor Férrer.

Um dos deputados estaduais mais próximos do governador e que também acaba de deixar o PSB, Wellington Landim disse que o pouco tempo que há para tomar uma decisão diminuíram as opções de toda a base aliada aos Ferreira Gomes.

"É o PROS, não tem outro caminho".

A assessoria do governador informou que ele só vai se pronunciar após a reunião de quarta-feira. O governador do Ceará participa nesta segunda-feira do programa Roda Viva, da TV Cultura, em São Paulo.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.