EndoRecife, 21 anos de um grande congresso

Luiz Griz
Presidente do EndoRecife 2018, Professor de Endocrinologia da UPE, PhD em Ciências pela Fiocruz.

Publicação: 02/06/2018 03:00

É com muita honra e satisfação que assumimos a tarefa de presidir este ano a 21ª Edição do EndoRecife, promovido pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Regional de Pernambuco (SBEM-PE), que será realizado durante o período de 7 a 9 de junho de 2018. Este ano, a SBEM-PE escolheu Porto de Galinhas para sediar este importante evento. Foram incontáveis horas de reuniões, buscando atender às expectativas de um público exigente e diferenciado. Com o apoio de todos os membros da comissão científica e organizadora, tivemos o cuidado de preparar uma programação científica de alta qualidade e atualizada, com renomados nomes da endocrinologia nacional e internacional. Serão mais de 50 convidados nacionais e dentre os nomes internacionais estão confirmados o Dr. George Grunberger, Clinical Professor, Internal Medicine / Waine State Universisity School of Medicine (USA), Oscar Bruno, professor da Universidade de Buenos Aires, e o Dr. Michael Lewiecki, New Mexico Bone Research Center (USA).

Os temas científicos a serem discutidos abrangem os de maior interesse da especialidade na atualidade, tais como métodos diagnósticos nas endocrinopatias, novas tecnologias de monitorização do diabetes melitus, estratégias no tratamento farmacológico do diabetes e da obesidade, cirurgia bariátrica, prevenção e manuseio da osteoporose, reposição hormonal na pós menopausa (prós e contras), uso de testosterona no homem, disfunções  neuroendócrinas, importância da atividade física na prevenção da sarcopenia, câncer de tireoide, hipo e hipertireoidismo. Não poupamos esforços para realizar um evento de alto nível e com novidades, para que Pernambuco se torne o centro da endocrinologia brasileira neste período. Este  ano estamos inovando e discutindo pela primeira vez o paciente transgênico: a mulher transgênica, o homem transgênico e a cirurgia de afirmação do gênero. Com certeza, o tema vai atrair os especialistas da área para um grande debate.

Essa tem sido sempre a marca do EndoRecife, inovar e discutir temas de grande interesse na prática clínica. Outra característica deste evento é dar ênfase aos trabalhos científicos, valorizando os pesquisadores, e será dado um prêmio aos três melhores trabalhos apresentados no evento. Nessa edição, são esperados cerca de 600 profissionais, não só endocrinologistas, mas também, de outras áreas, tais como nutricionistas, cardiologistas, cirurgiões de cabeça e pescoço, ultrassonografistas e radiologistas. O EndoRecife consolida a endocrinologia pernambucana como uma das mais avançadas e conceituadas do Brasil. Pernambuco está de braços abertos e desejamos a todos que, ao final deste encontro, saiam daqui engrandecidos cientificamente e, ao mesmo tempo, que tenham tido a oportunidade de desfrutar da hospitalidade e da cultura pernambucana.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.