Uma onda de futuro na educação do Recife

Alexandre Rebêlo
Secretário de Educação do Recife

Publicação: 05/04/2018 03:00

Matheus Antônio Guimarães Bezerra, 16 anos, estudante da Escola Municipal Antônio Heráclio do Rego, não cabe em si de felicidade. Apesar de enfrentar problemas pessoais em decorrência da diabetes que ocasionavam faltas às aulas e da situação financeira da família, ele foi um dos 1.359 estudantes que se engajaram na primeira turma do #Ondatec, série de aulões de reforço aos sábados para estimular os estudantes do nono ano da rede municipal a concorrerem aos vestibulares técnicos. Graças ao programa, lançado no ano passado pelo prefeito Geraldo Julio, Matheus garantiu uma vaga no curso de técnico em Química pelo IFPE.

O #Ondatec surgiu em um momento no qual detectamos que os estudantes dos anos finais da rede municipal de ensino possuíam poucas perspectivas de futuro e poucos sonhos. Promover aulões aos sábados, aulas a distância em unidade virtual e fomentar a monitoria entre os estudantes com melhor pontuação nos simuladões da Unidade Virtual de Cursos a Distância da Secretaria de Educação – UNIREC se revelou um sucesso. No total, a rede municipal de ensino contou com 312 aprovações em unidades das Escolas Técnicas Estaduais (ETE’s) e do IFPE, um aumento de 242% em relação ao ano precedente.

Acreditamos que a educação é o principal instrumento de transformação social e que é a força indutora para uma cidade cujo futuro será construído pelas novas gerações. É o caso de Joyce Monteiro Silva, 14 anos, estudante da Escola Municipal Divino Espírito Santo e cuja família mora em uma casa de materiais reciclados e madeira nas imediações da Caxangá. Ela – também estudante do Ondatec – acaba de garantir uma vaga em Eventos na ETE Alcides do Nascimento Lins, em Camaragibe. Outro exemplo inspirador é o de Ana Caroline do Nascimento (18), estudante da Escola Floresta Fernandes. Surda, ela contou com a ajuda de um intérprete em Língua Brasileira de Sinais (Libras) para realizar a prova, atestando a importância da educação inclusiva para garantir o direito universal à educação.

A Secretaria de Educação se prepara para lançar a segunda edição do #Ondatec e acredita que os números serão cada vez mais alentadores e estimulantes. Uma tarefa conjunta na qual se engajam não apenas os estudantes, mas professores, gestores e todo o corpo técnico, que se ocupam em estimular o corpo estudantil e evitar evasão, garantir a retirada de documentos de identificação e a garantia do Passe Livre gratuito fornecido pela Prefeitura do Recife, bem como a responsabilidade pelas inscrições e matrículas, além de acompanhamento nos dias das provas. Um esforço coletivo em busca de uma onda de educação que esperamos que se propague cada vez mais.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.