Nosso time do coração

Malude Maciel
Presidente da ACACCIL

Publicação: 23/02/2018 03:00

O Central Esporte Clube é um patrimônio vivo de Caruaru e deve ser um orgulho dos caruaruenses, pois, embora não seja o único time genuinamente da cidade, tem a cara da Capital do Agreste, com suas cores alvinegras, seus símbolos e a patativa como mascote fiel. No cenário esportivo de Pernambuco o Central Sport Clube  foi o primeiro representante. Quase um século de existência é o tempo que esse clube labuta na “Terra dos Avelozes Esmeraldinos” sendo sua data natalícia: 15/6/1919.

Apesar da crise que atravessa, o Patativa permanece altaneiro e cheio de esperanças, pois o time já proporcionou grandes alegrias. Até me fez lembrar o ano de 1963 quando ocorreu o Bicampeonato e o Central foi campeão recebendo título inédito do interior e, sendo meu pai Presidente da LDC, nós, ainda crianças, acompanhávamos as entrevistas pelo rádio e toda aquela estória sensacional que colocava nosso time vitorioso às alturas. Verdadeiro orgulho para todos nós, que amamos nossa terra e queremos sempre seu êxito porque é merecedor dos parabéns de todos fiéis apaixonados. Foi também campeão da Taça Eduardo Campos em 2015.

Na biografia da Profa. Sinhazinha, grande figura desta cidade, consta seu amor e dedicação ao time centralino. Ela era madrinha e incentivadora que, naquela época, levava ao estádio Pedro Victor de Albuquerque um bonito grupo feminino que vibrava na torcida, dando a maior força aos atletas e contagiando positivamente os torcedores. Estas coisas servem de exemplo para os dias atuais e são importantes para resgatar os bons tempos em que o Central esteve no auge.

Não sou fanática por futebol, mas gosto de ficar informada e ver o sucesso daqueles que nos representam nesse esporte. Quando o Brasil joga nas Copas e demais competições, há um patriotismo geral e aquela torcida para ver nossa Bandeira no alto do pódio e o nosso belo Hino executado alegre, solene e triunfalmente. Com o time do Central participando dos desafios regionais entre clubes, acontece o mesmo interesse e vontade de aplaudir o Patativa, time da Casa que tem dado tanta satisfação. Dois Hinos já foram apresentados e cantados pelos torcedores, sendo o primeiro de autoria do Prof. Machadinho.

Com nova direção e parcerias que vem se processando entre o time caruaruense e outra equipe de Las Vegas, por exempo. Os respectivos diretores apresentaram-se na mídia confiantes no sucesso de ambos com o intercâmbio dos jogadores que só faz enriquecer e engrandecer os times com melhor desenvolvimento nas partidas.   A diretoria circula uma “rifa”para angariar dinheiro e pagar seus compromissos.

Atualmente o Central, participando do Campeonato Pernambucano, está invicto, pois foi vitorioso em todos as partidas. A última no Lacerdão teve o placar de: Central 2X0 Belo Jardim sendo assim colocado em primeiro lugar como líder.

Ficam, pois, meus votos para que o Central continue proporcionando contentamentos aos seus fãs, triunfando sobre seus adversários e merecendo parabéns e  homenagens dos conterrâneos aqui e alhures. Que seus belos feitos constem nos anais futebolísticos gloriosamente.

Como torcedora e admiradora almejo brilhante sucesso aos jogadores, técnico e demais membros que contribuem para a valiosa existência do Patativa, time do coração.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.