Nildo Nery

Sebastião Barreto Campello
Presidente do Movimento Pró-Criança

Publicação: 03/02/2018 03:00

O falecimento do desembargador Nildo Nery deixa no estado um vácuo difícil de ser preenchido.

Foi ele que na Presidência do Tribunal de Justiça do Estado conseguiu levantar a opinião pública para o problema do “cheira-cola” que já se tornara um fenômeno que a sociedade aceitava como quase normal.

O que mais me impressionou foi que ele conseguiu engajar todos os desembargadores e levantou a opinião pública para eliminar essa praga do nosso estado, terminando praticamente por eliminar os famosos “trombadinhas”,

Contou com a ajuda de muitos auxiliares, com a inestimável dedicação do juiz de Direito João José Rocha Targino, que se tornou o seu braço direito nessa ação.

É lógico que contou com o apoio de muitas pessoas de grande valor, como o grande maestro Cussy de Almeida e outros.

E assim, criou-se a Orquestra Criança Cidadã, orquestra de alto nível, que já se apresentou no programa do Faustão e no Vaticano, para o Papa Francisco.

A Orquestra tem 230 componentes, todos constituídos de crianças e adolescentes da favela do Coque. Muitos deles tirados da marginalidade e hoje já estão profissionalizados.  Assisti admirado à Orquestra tocar a dificílima peça para violino “Hora Staccato”, no Teatro da UFPE.

Além disso, a Associação Beneficente Criança Cidadã mantém no Cordeiro uma ação social, com 30 famílias tiradas da marginalidade, dando educação complementar às mesmas.

A Direção da Criança Cidadã  conseguiu ampliar a atuação para Ipojuca e está iniciando em Goiana. Espero que os atuais colaboradores da sua obra consigam manter uma ação tão relevante, do ponto de vista social.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.