O novo espaço de convivência da Zona Sul

Felipe Carreras *
opiniao.pe@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 27/01/2018 03:00

Este ano vamos concluir um dos maiores desafios sob a responsabilidade da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco na gestão do governador Paulo Câmara: entregar à população o Centro Esportivo Santos Dumont totalmente requalificado. Após cerca de 40 anos sem nenhuma reforma, o Governo de Pernambuco assumiu o compromisso de devolver o equipamento renovado, não só para a comunidade esportiva, como também para todos os recifenses que frequentam o local.

Na última quarta (dia 24), inauguramos uma unidade da Academia Recife – a 15ª da cidade – com equipamentos para musculação ao ar livre e o espaço para aulas de ginástica e dança. Além disso, também entregamos o paisagismo do parque, novos espaços de convivência com parklets, novos banheiros e lanchonetes. O Santos Dumont possui 88 mil metros quadrados, maior que o Parque da Jaqueira. Um pulmão verde na Zona Sul. Como um grande parque urbano que é, vamos quebrar os muros do Santos Dumont, para fortalecer as áreas de convivência e lazer, que em breve terão brinquedos para as crianças, (com madeira de reflorestamento) e um ParCão, voltado para os animais de estimação. A queda do muro vai livrar barreiras para aproximar mais as pessoas. É um local que traz em sua essência a prática esportiva, mas, acima de tudo, um espaço para integração das famílias, sobretudo de Boa Viagem, Setúbal e adjacências.

Nos próximos dias, será a vez de inaugurarmos o campo de futebol e a quadra de tênis. As obras, em torno de R$ 20 milhões, começaram em maio de 2017 e já, no último trimestre, entregamos espaços inéditos: o Centro de Esportes de Praia (para a prática de vôlei de praia, beach tennis, beach soccer, futevôlei e handbeach, além de escolinhas de vôlei de praia e apto para sediar competições) e o Dojô, na entrada principal do Centro, para abrigar artes marciais. Estão em andamento as obras da quadra de futebol 7 (society), o conjunto de reformas do prédio administrativo, a arquibancada da pista de atletismo, a pista de skate e o parque aquático, com a criação de um novo complexo.

A intensa demanda do parque aquático fez com que o projeto fosse desmembrado, para que as três piscinas (uma olímpica, uma de saltos e uma de aquecimento) sejam entregues primeiro, e a arquibancada logo depois. Por enquanto, as aulas de natação, nado sincronizado e hidroginástica estão acontecendo no Geraldão e no Compaz Ariano Suassuna, graças à parceria constante do prefeito Geraldo Julio. O Santos Dumont terá também a reforma do ginásio poliesportivo, pista para caminhada (além da pista de atletismo já existente), requalificação dos vestiários, nova área de estacionamento e construção de nova entrada. Todos os requisitos de acessibilidade a pessoas com necessidades especiais foram atendidos.

Grandes nomes do esporte pernambucano já começaram carreira, melhoraram suas marcas e treinaram muito no Santos Dumont. Nos últimos quatro anos, registramos uma média de 2,6 mil alunos cadastrados nos esportes oferecidos no Centro. No ano passado, 2.907 alunos se inscreveram. Este ano, nossa meta é transformá-lo num centro de referência para a prática esportiva, conquistando mais atletas e paratletas para treinarem por lá, como também revelando novos talentos em tantas modalidades. Além disso, o Santos Dumont tem a importante missão de agregar famílias num espaço de convivência que estimule a saúde. Falta pouco para o sonho se transformar totalmente em realidade.

* Secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.