Compra segura na Black Friday

Orlando Delgado
Advogado especialista em e-commerce do escritório Martorelli Advogados

Publicação: 30/11/2017 03:00

A Black Friday é um evento tradicional americano realizado sempre na última sexta-feira do mês de novembro, após o feriado do Dia de Ação de Graças, sendo a sua principal característica a venda de diversos produtos com promoções e descontos.

No Brasil, a Black Friday chegou timidamente em 2010, cuja reputação foi se consolidando ao longo dos anos para se tornar a terceira data mais importante do ano para os comerciantes, atrás apenas do Natal e Dia dos Pais.

Segundo o site e-bit, em 2016, durante a Black Friday, o faturamento em e-commerce chegou ao patamar de R$ 1,9 bilhão. Para o ano de 2017, a estimativa do Google Brasil é de um crescimento de 20%.

De olho nesse crescimento as empresas de E-commerce precisam se planejar para não incorrer nos principais problemas que ocorrem durante a data: Divergência de preço, indisponibilidade de produtos, falsas promoções, site que fica fora do ar por sobrecarregamento de acessos, sites clonados com o objetivo de enganar consumidores, central de atendimento ineficiente e precário tratamento pós-vendas

É recomendado aos consumidores verificarem se o site de E-commerce está cadastrado em programas como o Black Friday Legal, que traz mais segurança de sua compra.

Caso ocorra algum problema com a compra realizada, é importante que o consumidor procure os canais oficiais das lojas de e-commerce para buscar solucionar o problema, tais como central de atendimento direto com o vendedor, ligação 0800, e-mail, entre outros. A solução mais rápida e eficiente ainda é com o contato direto com o vendedor.

Caso não obtenha êxito, ainda é possível se valer de sites como o “reclame aqui” e o Consumidor.Gov que servem para mediar os conflitos entre vendedor e consumidor. Esses sites ainda servem de termômetro para o consumidor verificar se existe muita reclamação contra a empresa. Se houver, é recomendado não comprar nessa loja de e-commerce e procurar uma outra com melhor avaliação.

A venda via e-commerce é uma tendência que veio para ficar e será o principal meio de compra nos próximos anos. Um bom planejamento de atuação na Black Friday é fundamental para as empresas de e-commerce e, se bem feito, serve como uma forma de fidelizar o público consumidor e atrair aqueles outros que ainda tem medo de adquirir produtos pelo comércio eletrônico. Para o consumidor é uma oportunidade de adquirir produtos com um melhor custo, desde que tomem os cuidados necessários.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.