Grande orgulho de Pernambuco (15 anos do Instituto Brennand)

Malude Maciel
Presidente da ACACCIL

Publicação: 26/10/2017 03:00

Parada obrigatória para quem visita ou recebe visitantes em Pernambuco, o Instituto Ricardo Brennand está entre os melhores museus do mundo. Para orgulho de nosso estado recebeu o prêmio “Travelers’ Choice Museums em 2014, por resultado de intensa pesquisa realizada. Surpreendendo a todos que já tiveram a felicidade de conhecer tamanho conteúdo de pura história pernambucana com beleza inigualável e imensa riqueza material e cultural.

Seu acervo é primoroso expondo peças importantíssimas do Brasil holandês dando o maior realce à história e cultura do nosso povo heroico da terra dos altos coqueiros. Em exposição estão: armas brancas, mapas, objetos e pinturas, além de uma grande coleção de arte brasileira; estando assim a instituição como referência entre os mais famosos centros culturais do país.

Uma mostra denominada: Debret e a missão artística francesa no Brasil – 200 anos, marcando dois séculos da visita ao país do artista francês Jean-Baptiste Debret é apresentada na Pinacoteca do local expondo 83 obras, entre aquarelas, textos e pinturas a óleo e registrando a história colonial brasileira no início do século 19; essa mostra já exibida no Museu da Chácara do Céu-RJ e na Maison de L’Amérique Latine-Paris, é importante para divulgar o trabalho do artista enquanto esteve no Rio de Janeiro num período de 15 anos e retratou para a posteridade a cultura própria dos índios e africanos na época da coroa portuguesa em nossa terra.

Recentemente estivemos outra vez por lá, mostrando a amigos gaúchos aquele maravilhoso museu como também a oficina, tendo causado muita admiração, satisfação e até surpresa, pois nunca imaginavam tal preciosidade aqui, no Nordeste. Em Caruaru eles estiveram no Alto do Moura e também vibraram com a arte figurativa dos nossos artesãos.

Situado numa área de 30.000 metros quadrados, o instituto reúne um complexo formado pelo Castelo São João, pinacoteca, biblioteca, galeria de exposições e eventos, a capela N. S. das Graças, parque de esculturas e magníficos Jardins. Tudo no estilo RB (Ricardo Brennand) que por muitas vezes é encontrado pessoalmente no local, posando para fotos e autógrafos. A competição entre os primos Francisco e Ricardo só nos trouxe vantagens enquanto cada um oferecia o melhor.

Muitos educandários daqui e alhures reservam horário para visitação fazendo ao vivo valiosas aulas sobre temas diversos da história geral, nacional, regional, antiga e contemporânea. Uma riqueza que deve ser valorizada, conhecida e apreciada cada vez mais por profissionais da Educação, no sentido de divulgar esse espaço incomparável, levando o alunado a tal deslumbramento que nunca será apagado de suas mentes.

Tanto o Instituto como a Oficina merece todos os elogios. Da Várzea para o mundo. Roteiro imperdível.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.