Professor Elon Lages Lima e seus ensinamentos

André Maia Gomes Lages
Professor da graduação e mestrado em economia da FEAC/UFAL
opiniao.pe@dabr.com.br

Publicação: 10/05/2017 09:00

O meio acadêmico tem suas regras comportamentais. Dentro dessas regras tácitas se destaca a necessidade de ter uma produção científica reconhecida pelos seus pares. Pode se ter esse reconhecimento silenciosamente mostrado pelo nível de citações que os artigos, papers, capítulos de livros, e/ou livros alcançaram. As manifestações mais extremas  desse reconhecimento são certamente o ganho de medalhas e/ou dependendo da área o Prêmio Nobel, títulos de doutor honoris causa. Professor Elon Lages Lima, alagoano, nascido em 1929, que faleceu no último domingo 07/05/2017, deixa um legado de civismo e grandes serviços prestados associados a sua área de conhecimento: Matemática. Fez seu doutorado na Universidade de Chicago na década de 50 do século passado. Segundo informa o site do Impa, entre outros prêmios, ganhou o prêmio Jabuti na área de ciências exatas, da Câmara Brasileira do Livro. Foi diretor do Instituto de Matemática Pura e Aplicada por três vezes. E ganhador do título de Doutor Honoris Causa por diversas universidades brasileiras e também no exterior. Mas esse brilhante professor teve papel importante ainda no campo da economia.

Essa área de estudo é a grosso modo dividida entre autores heterodoxos e aqueles pertencentes ao chamado mainstream. Essa última corrente protagonista nos EUA, mas não no mesmo patamar no Brasil, tem na matemática um dos elementos analíticos distintivos mais importantes. Nesse quadro, foi professor por vários e vários anos dos cursos de mestrado e doutorado em economia da EPGE na FGV do Rio de Janeiro. Um centro de natureza mais ortodoxa (mainstream). E nesse sentido ajudou a formar vários profissionais e professores de economia  por essa linha. Vale observar por exemplo os agradecimentos no livro Análise Matemática: um texto para economistas do professor Antônio Salazar Pessoa Brandão, PhD pela Purdue University; onde agradece de forma substantiva a participação na melhoria da qualidade da publicação pelo professor Elon Lages Lima, contemporâneos na Fundação Getúlio Vargas.  Não se consegue encontrar com facilidade quem não usou os livros do professor Elon nos cursos de  Matemática do Brasil, mas também em alguns cursos de pós em economia no país.

Mas tinha um outro aspecto destacado na carreira do professor Elon, sua intensa preocupação com a difusão do conhecimento da matemática de qualidade pelo país em níveis abaixo ou de graduação; nível médio, por exemplo. Um homem que publicou mais de 40 livros, um expoente na construção de uma literatura em matemática em língua portuguesa. Participou de alguns projetos com resultados significativos voltados para essa difusão do ensino de matemática.

Apesar de tudo isso, sua natureza simples era uma marca. Esse resumo extremamente limitado de sua imensa contribuição permite compreender no entanto um homem que sabe o que é ser servidor público. Sabe o significado da palavra civismo. E provavelmente ciente de seu brilhantismo, entendeu que apenas pesquisar era pouco, seu papel social deveria ir além. em um país coberto por desigualdades nesse contexto educacional.  

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.