Centenário de benemérito pernambucano

Giovanni Mastroianni
Advogado, administrador e jornalista

Publicação: 18/04/2017 03:00

Ontem, 17 de abril de 2017, registrou-se a data centenária em que nasceu, no distrito de Terra Vermelha, em Caruaru, o ex-deputado federal  e criador das primeiros cursos superiores no interior pernambucano Adalberto Tabosa de Almeida. Filho de modestos agricultores, que emigraram para a sede do município, ainda em tenra idade, veio, também, residir no centro, demonstrando, desde cedo, tendências para a literatura. Ainda jovem, dedicava-se à leitura de jornais e livros. Precocemente, aos 14 anos de idade, publicou seu primeiro artigo, em um hebdomadário existente na cidade. Cursou Ciências Jurídicas e Sociais em Alagoas, colando grau em 1943. Na Universidade Federal de Pernambuco, graduou-se em Ciências Contábeis e Economia, doutorando-se em Direito. Como advogado, ganhou fama conquistando importantes causas cíveis e trabalhistas, inclusive obtendo sucessivas vitórias, nas mais difíceis questões criminais da época, enfrentando renomados advogados criminalistas. Desde então, demonstrou seu pendor para o ensino, tanto assim que, concomitantemente, lecionava várias disciplinas, nos mais diversos cursos de Caruaru. Sua fama de jurista levou-o a laborar em novos horizontes, optando pela capital, onde, além de instalar banca de advocacia, através de concurso de qualificação e méritos, conquistou a titularidade do Cartório do 2.º Ofício de Registro Geral de Imóveis do Recife. A política, também, o atraiu e, inicialmente, elegeu-se deputado estadual por Pernambuco. Durante mais de dez anos, presidiu a Comissão de Justiça da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco, tendo, durante seu mandato, apresentado projetos importantíssimos, que se transformaram em leis, merecendo destaques as que concediam bolsas de estudos a alunos pobres, que cursavam colégios particulares; as de criação de vários municípios do interior e consequentes comarcas e a que denomina a Assembleia Legislativa dc Palácio Joaquim Nabuco. Sempre sonhando alto, duas vezes consecutivas, elegeu-se deputado federal, cujos mandatos tiveram vigência de 1963 a 1971, tendo a oportunidade ímpar de participar da Assembleia Nacional Constituinte, na condição de representante parlamentar de Pernambuco.

Seu maior feito, indiscutivelmente, após visitar as famosas Universidades de Harvard, nos Estados Unidos, e Sorbonne, na França, foi o de constituir-se em um empreendedor do ensino superior, na região do agreste pernambucano, idealizando e criando, em 1959, as Faculdades de Direito e Odontologia de Caruaru. Tive a honra de ser escolhido o primeiro secretário dessas pioneiras escolas superiores e, posteriormente, como prêmio, foi-me confiada a disciplina Direito Judiciário Penal, que ministrei para o 5.º ano do curso de bacharelado, em 1968. Hoje, a instituição, que antes era denominada de Faculdade ASCES, foi credenciada, desde 2016, como Centro Universitário Tabosa de Almeida, constituindo-se no primeiro centro universitário do interior do Norte/Nordeste, do qual também faço parte como seu 1.º Secretário, função que ocupo há mais de uma dezena de anos, quando Associação Caruaruense de Ensino Superior. Neste 17 de abril, estão planejadas várias solenidades, que serão tributadas a esse benemérito caruaruense, merecendo registros as programadas para a Escola Tabosa de Almeida, em Terra Vermelha, e a estabelecida para a Praça das Placas, no Campus, da ASCES-UNITA, que também leva seu nome, numa justa homenagem àquele que foi um benemérito não só de Caruaru como de municípios do interior pernambucano.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.