CAB: 111 anos fazendo história na educação

Pastor Joel Bezerra
Diretor geral do Colégio Americano Batista (CAB)

Publicação: 31/03/2017 03:00

O Colégio Americano Batista comemora hoje 111 anos de existência. O êxito dessa trajetória deve-se ao trabalho realizado em prol da educação de qualidade que, junto às diretrizes da instituição, baseia-se na construção de valores morais e cristãos nos jovens além de cidadania e responsabilidade social. A junção desses ideais fizeram o colégio figurar entre as poucas unidades educacionais centenárias de que se tem notícia. Poucos colégios em Pernambuco atingiram a categoria de “símbolo” de uma cidade e de um povo como o Colégio Americano Batista. E para celebrar essa data tão importante, a instituição inaugurou ontem um novo prédio de Educação Integral, com uma equipe multidisciplinar composta por professores, educadores físicos e psicólogos. O espaço, para cerca de 80 alunos do maternal ao fundamental 1, funcionará das 7h às 17h. A nova dependência assemelha-se a uma casa com cozinha, salas para fazer tarefas, aulas de balé e judô, playground, entre outros espaços. Hoje, um culto, a partir das 10h,na capela do Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil (STBNB), na Rua Padre Inglês, 243, além de uma exposição fotográfica dos primeiros professores da instituição e uma homenagem a oito funcionários com 25 anos de casa, marcam o aniversário do colégio.

Com 111 anos de história, o CAB está em constante processo de modernização, mas sem perder sua estrutura colonial. O colégio tem sua metodologia de ensino focada em quatro pilares: a saúde intelectual, emocional, física e espiritual. Existe uma busca incansável da excelência do ensino com 80% de nossos professores pós-graduados. Uma equipe de psicólogos promove o equilíbrio emocional dos alunos, professores, pais e funcionários da família CAB. A instituição conta também com equipe de profissionais da área de educação física, que tem o objetivo de transformar alunos em  atletas saudáveis para competições estaduais e nacionais. A saúde espiritual é cuidada pela nossa capelania e professores do ensino religioso visando os valores morais e éticos, indispensáveis para a formação do caráter de nossos alunos.

O CAB avança na tecnologia e na qualidade de excelência no ensino, com constante preocupação com a educação fundamental, baseada nos princípios cristãos, suas tradições e valores. Prova disso é que o Colégio Americano Batista implantou duas novas disciplinas em sua grade curricular, do Maternal ao Ensino Médio: a Escola da Inteligência, programa educacional elaborado pelo psiquiatra, escritor e professor Augusto Cury, e a educação financeira.

Essa nova metodologia de educação criada por Augusto Cury objetiva desenvolver a educação socioemocional no ambiente escolar. A Escola da Inteligência é fundamentada na Teoria da Inteligência Multifocal e promove, por meio da educação das emoções e da inteligência, a melhoria dos índices de aprendizagem, redução da indisciplina, aprimoramento das relações interpessoais e o aumento da participação familiar na formação integral dos alunos. A disciplina de educação financeira oferece aos alunos informações e orientações que favorecem a construção de um pensamento financeiro consistente e o desenvolvimento de comportamentos autônomos e saudáveis. O objetivo é despertar nos alunos a habilidade para lidar com as decisões financeiras que eles tomarão ao longo de suas vidas.

Ilustres personalidades de destaque no nosso estado como Ariano Suassuna, Gilberto Freyre e Francisco José foram alunos do CAB. A instituição orgulha-se também de ser considerada pela Prefeitura da Cidade do Recife como área de preservação ambiental e o pulmão do Centro do Recife com suas palmeiras e árvores centenárias.

O Colégio Americano Batista, mesmo antes de ser aprovada a Lei da Inclusão, em 6 de julho de 2015, lei Nº 13.146, e com vigência desde 1º de janeiro de 2016, já adotava essa prática e recebia, há anos, alunos especiais. A nova Lei prevê, em seu Art. 1: “Que é instituída a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência), destinada a assegurar e promover, em condições de igualdade, o exercício dos direitos e liberdades fundamentais por pessoas com deficiência, visando a inclusão social e cidadania”.

O CAB disponibiliza dois professores em sala de aula: o titular e um auxiliar para estimular os alunos com alguma dificuldade no aprendizado, sem nenhum custo adicional, como previsto na lei.  Hoje o colégio possui cerca de 50 alunos com múltiplas deficiências e que contam com toda infraestrutura psicológica, educacional e física, com rampas de acessibilidade em todas as suas dependências. Os desafios são inúmeros, diversificados e diários, mas focados em nosso lema de que os  princípios constroem e a educação reforma, damos continuidade ao sonho  do missionário  americano Dr. William Henry Canadá, que no ano de 1906 inaugurou o Colégio Americano Batista. Muito ainda há por fazer e, graças a Deus, disposição não nos falta!

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.