Voluntariado

José Barbosa *
sebastiaompc@gmail.com

Publicação: 14/12/2016 03:00

O trabalho voluntário que é realizado em diversas instituições, por pessoas de variadas formações e conhecimentos, tem como suporte a lei 9.608 de 18/02/1998.

Nesta lei considera-se que o serviço voluntário é uma atividade não remunerada prestada por pessoa física à entidade pública de qualquer natureza ou entidade privada de fins não lucrativos, que tenham objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos e sociais.

Hoje algumas instituições que têm o serviço voluntário, contam com o compromisso e a participação daqueles que movidos pelo espirito de responsabilidade social e cidadania, doam seu tempo e seu talento, sem remuneração alguma, visando o desenvolvimento e o bem-estar da sociedade em que estão inseridos. Para alguns pode ser a oportunidade de dar sentido a sua vida, como defende alguns estudiosos da psicoterapia moderna.

A partir de 2010, algumas instituições em nosso estado, organizaram-se em uma Rede, a Rede Pernambuco Voluntário (RPV), para melhor desenvolver este tipo de serviço.  Deste grupo fazem parte instituições de grande e pequeno porte, tais como: AACD, LBV, GACC, Fundação Altino Ventura, Pastoral da Criança, Rede Feminina de Combate ao Câncer, Lar do Neném, Lar Rejane Marques e o Movimento pró-Criança, que funciona atualmente como sede da RPV.

De acordo com os dirigentes dessas instituições é necessário ampliar mais o espirito da solidariedade, que preside as atividades voluntárias, para que possamos envolver mais pessoas nessa importante missão de cidadania. Neste sentido, desde sua criação até hoje a RPV já realizou mais de 50 (cinquenta) capacitações, que prepararam cerca de 1.200 (mil e duzentos) novos voluntários para atuar nas diversas entidades do estado de Pernambuco.

* Diretor do Movimento Pró-Criança

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.