A retomada dos investimentos no Nordeste

Publicado em: 28/06/2018 03:00 Atualizado em: 28/06/2018 09:46

Passado o pior da crise, a aquisição de ativos imobiliários voltou a chamar a atenção de investidores de recursos focados no setor. E apresentando, recentemente, oportunidades de investimentos no Nordeste para empresas do eixo Sul/Sudeste, foi possível perceber que os olhos do mercado - até mesmo do exterior, com a valorização do dólar como grande aliado - estão voltados para a nossa região e que o “apetite” para empreender aqui está retornando.

Esse reaquecimento se dá, principalmente, em razão da redução da inflação, dos juros e das medidas adotadas pela equipe econômica. Com os imóveis sendo vendidos com bons preços e a rentabilidade maior, a janela para quem quer comprar barato e fazer negócios promissores é agora. Por isso, muitos investidores estão mirando no longo prazo e se preparando para quando a economia brasileira voltar a crescer.

Muitos gestores de fundos, inclusive, estão montando produtos específicos para o mercado nordestino, levando em consideração fatores socioeconômicos, gaps de serviços e perfil do público consumidor. Há uma movimentação interessante principalmente nos segmentos de serviços hospitalares, de lajes corporativas, de varejo e, em menor volume, mas ainda assim com força considerável, no setor hoteleiro.

Mas para quem tem dinheiro na mão e está querendo aproveitar o movimento favorável para investir, vale a dica: neste momento de grande número de oportunidades sendo ofertadas no mercado, é importante avaliar alguns pontos cruciais, além dos números, para se garantir um bom negócio. Portanto, uma due diligence do ativo bem elaborada pode lhe poupar sérios problemas no futuro, além de entender a fundo os aspectos que vão embasar toda a sua negociação.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.