Armamento Catar defende direito de comprar armas russas

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 04/03/2019 15:39 Atualizado em:

A possibilidade de que o Catar compre este sistema de armamento russo não agrada a Arábia Saudita. Foto: KARIM JAAFAR / AFP
A possibilidade de que o Catar compre este sistema de armamento russo não agrada a Arábia Saudita. Foto: KARIM JAAFAR / AFP
O ministro das Relações Exteriores do Catar afirmou nesta segunda-feira (4) que a Arábia Saudita não tem direito de se intrometer em sua compra de armas e indicou que tem a intenção de adquirir mísseis russos S-400.

"Não é assunto da Arábia Saudita", declarou o xeque Mohamed bin Abdelrrahman al-Thani durante uma entrevista coletiva junto com seu homólogo russo, Sergei Lavrov.

"No que diz respeito à compra de armas da Rússia (...) acreditamos que não é nem assunto da Arábia Saudita nem de nenhum outro país", indicou o ministro, quando questionado sobre os mísseis S-400. "É uma decisão soberana do Catar", acrescentou.

A possibilidade de que o Catar compre este sistema de armamento russo não agrada a Arábia Saudita.

Em junho de 2017, os sauditas, junto com outros de seus aliados árabes, romperam relações com o Catar, o qual acusam de apoiar grupos islamitas extremistas.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.