Posicionamento Rússia se compromete a continuar apoiando a Venezuela com ajuda humanitária

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 01/03/2019 12:18 Atualizado em:

Foto: Reprodução/Internet
Foto: Reprodução/Internet
A Rússia, aliada do presidente venezuelano Nicolás Maduro, prometeu nesta sexta-feira (01) continuar com sua ajuda humanitária "legítima" à Venezuela, enviando especialmente medicamentos.

"A Rússia continuará ajudando às autoridades da Venezuela a resolver as dificuldades econômicas e sociais, inclusive mediante a concessão de ajuda humanitária legítima", declarou o chefe da diplomacia russa Serguéi Lavrov após um encontro com a vice-presidenta Delcy Rodríguez, e informou que Moscou estudava um novo envio de medicamentos pedido por Caracas.

Delcy Rodríguez reiterou seu "agradecimento ao presidente Putin [...] e ao povo russo por todo o apoio que a Venezuela manifestou ao governo constitucional e legítimo".

"Maduro deu instruções muito claras de que alimentos o povo da Venezuela precisa, de que alimentos serão adquiridos da Rússia", acrescentou a vice-presidenta venezuelana.

Lavrov assegurou que a Rússia enviou "um primeiro lote de 7,5 toneladas de medicamentos" com destino à Venezuela.

"Recebemos uma lista suplementar de medicamentos que o governo venezuelano desejaria obter. Estamos examinando-a, esclarecendo os detalhes e verificando os detalhes logísticos", acrescentou o ministro das Relações Exteriores.

Acrescentou que a Rússia efetuava "envios maciços de trigo" à Venezuela "que ajudam enormemente ao governo venezuelano a suspender os desafios humanitários atuais".

A Venezuela se encontra imersa na pior crise política e econômica de sua história, marcada pela hiperinflação e a escassez de produtos de primeira necessidade.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.